Última chance para Lukashenka: o Maidan bielorrusso é lucrativo para a Rússia?


O Ocidente vai privar o presidente da Bielo-Rússia, Alexander Lukashenko do poder, com a ajuda de технологии revoluções de cores. Ao mesmo tempo, o próprio líder bielorrusso deixou claro repetidamente que Moscou também está interessada em uma mudança de poder em Minsk.


O jornal tentou descobrir se o Maidan bielorrusso é lucrativo para a Rússia "Moskovsky Komsomolets"... A publicação entrevistou um dos líderes do Odessa Anti-Maidan Anton Davidchenko, que testemunhou dois Maidans na Ucrânia com seus próprios olhos. Depois de ser forçado a emigrar para a Rússia, ele chefia a Agência de Engenharia Social em Moscou, que estuda as revoluções coloridas.

De acordo com o especialista, o Maidan na Bielo-Rússia definitivamente não é benéfico para os russos, já que os nacionalistas certamente chegarão ao poder no país para substituir o "pai". Processos semelhantes já foram observados nas repúblicas da ex-URSS e nos países do Leste Europeu.

Lost Georgia, Lost Moldova, Lost Armênia. Perdemos a Ucrânia e não a devolveremos em nenhuma circunstância. Nenhum "grande negócio" ajudará, o que eles gostam de falar nos escritórios do Kremlin.

- considera Davidchenko.

O especialista afirmou que a “rua” bielorrussa pertence aos russófobos, várias ONGs e meios de comunicação da oposição, que o Ocidente cultiva há anos. Ao mesmo tempo, Moscou não possui seus próprios instrumentos internos de influência bielorrussa. Como resultado, a Rússia corre o risco de perder sua única "janela" de terras para a Europa.

Ele chamou a atenção para o fato de que os russófobos bielorrussos, como que na deixa, passaram a apoiar o ex-chefe do Belgazprombank Viktor Babariko, rival de Lukashenka nas eleições presidenciais. Eles podem usá-lo como um aríete para eventualmente ganhar poder.

Davidchenko tem certeza de que não é a saída de Lukashenka de Moscou que importa política, mas uma mudança em sua retórica para que ele parasse de se promover na Rússia e passasse a implementar os acordos sobre o Estado-União. Portanto, Moscou está dando a Lukashenko uma última chance de melhorar.

É claro que ele manterá o poder até o fim. É outra questão se as elites bielorrussas vão querer estar com ele até o fim e se afogar com ele. <...> Ele não vai desistir e vai agir muito duro

- resumiu o especialista.
  • Fotos usadas: http://kremlin.ru/
1 comentário
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Amargo Off-line Amargo
    Amargo (Gleb) 14 July 2020 23: 51
    +1
    ... é o chefe da Agência de Engenharia Social em Moscou, que estuda as revoluções coloridas. ...

    O dinheiro veio do nada e nada pessoal. De onde, Zin?