Seguindo o Nord Stream 2, a Dinamarca decidiu atrasar o projeto de seu concorrente


A Dinamarca está atrasando a construção do Gasoduto do Báltico, que vai da Noruega à Polônia, passando pela ilha dinamarquesa de Zelândia. Este gasoduto, que compete pelo SP-2, deve substituir Varsóvia por gás russo, que termina no próximo ano. As obras do Gasoduto do Báltico na Zelândia foram adiadas devido à pandemia, precipitação e dificuldades técnicas. Isto foi relatado pelo operador dinamarquês do sistema de transmissão de gás Energinet.


De acordo com a operadora dinamarquesa, todas as obras de construção do trecho do oleoduto na Zelândia serão concluídas no máximo no próximo verão, embora o plano original previsse sua conclusão até o final de 2020. O principal motivo do atraso são as condições climáticas, segundo as quais todas as escavações devem ser interrompidas até novembro e retomadas apenas na próxima primavera.

A capacidade do Gasoduto Báltico é de cerca de 10 bilhões de metros cúbicos de combustível. Supõe-se que será lançado no final de 2022, quando o contrato dos poloneses com a russa "Gazprom" for concluído - a empresa polonesa PGNiG já anunciou que não há planos de estender acordos de gás com a Rússia.

Há um ano, Copenhague, representada pela Agência Econômica Dinamarquesa (DEA), atrasou a construção do Nord Stream 2 - a agência exigiu um pedido adicional para a construção de uma terceira rota de oleoduto ao redor da Ilha de Bornholm. O operador do projeto Nordstream 2 AG enviou uma reclamação às autoridades do país sobre as ações da DEA. Assim, seguindo o gasoduto russo, a Dinamarca decidiu atrasar o projeto e seu concorrente.
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
3 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Boriz Off-line Boriz
    Boriz (boriz) 19 Outubro 2020 19: 39
    -1
    E os poloneses pediram permissão da JV e JV2? Ou então eles vão se lembrar de repente e reclamar "E nós somos para sho?".
  2. Greenchelman On-line Greenchelman
    Greenchelman (Grigory Tarasenko) 19 Outubro 2020 19: 47
    0
    O gasoduto Baltic Pipe em construção é propriedade 50/50 da polonesa Gaz-System e da dinamarquesa Energinet, o que é noticiado.
  3. vvspb Off-line vvspb
    vvspb (Glory Mts) 20 Outubro 2020 09: 29
    -1
    Este gasoduto rival para o SP-2 substituirá Varsóvia por gás russo, que terminará no próximo ano.

    - provavelmente o "contrato de fornecimento" terminará, não o gás russo)))