Alguns dos votos eleitorais foram retirados de Biden. Agora a vitória não é tão óbvia


Até a manhã do dia 7 de novembro de 2020, os resultados da expressão da vontade dos americanos na eleição do chefe de estado nos Estados Unidos ainda não foram resumidos. Alguns estados não podem contar os boletins de voto de forma alguma. A principal mídia americana, que simplesmente não pode ser suspeitada de simpatizar com o republicano Donald Trump, tirou alguns dos votos eleitorais do democrata Joe Biden. Sua vitória agora era menos óbvia para eles.


As plataformas de notícias CNN, The New York Times, NBC e ABC reduziram o número de eleitores para o candidato presidencial Biden de 264 para 253 em suas tabelas interativas, que refletem os resultados da votação. Além disso, o canal de televisão pró-Trump, Fox News, não mudou nada. Segundo a lei dos Estados Unidos, um candidato presidencial precisa de 270 votos eleitorais para vencer.

A explicação do comportamento da mídia "democrática" é bastante simples. Eles correram para contar a favor de Biden, Arizona, que tem 11 eleitores. No entanto, nesta região, 90% das cédulas foram processadas até agora e a lacuna entre os candidatos é mínima. Agora Biden tem 49,9% dos votos ali, e Trump, 48,6%.

Deve-se notar que anteriormente o Arizona era considerado um estado republicano. Seus moradores ficaram maravilhados com o início da construção do "Muro do Trunfo" na fronteira com o México. Mas, nos últimos anos, muitas pessoas se mudaram da vizinha Califórnia para o Arizona, onde seu trabalho piorou. A maioria deles está acostumada a votar nos democratas há anos.

A mesma situação ocorreu no estado de Nevada (6 eleitores). Agora 87% dos votos são contados ali, Biden tem 49,8% e Trump tem 48% dos votos.

Os votos não foram contados até o final da Geórgia (16 eleitores), Carolina do Norte (15 eleitores), Pensilvânia (20 eleitores) e Iowa (6 eleitores). O processo foi interrompido quando 99% das cédulas foram processadas. Além disso, em Iowa, é improvável que algo mude, são 53,2% para Trump, para Biden - 45%.
8 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. toni dghone Off-line toni dghone
    toni dghone (toni dghone) 7 Novembro 2020 21: 31
    +2
    Todos votaram no cemitério de Biden, Trump vai colocar as coisas em ordem e legalmente colocar todos os pontos quem manda ... depois beliches e Canárias. Afinal, o aposentado não declara que venceu, pois entende que com essa afirmação não vai deixar espaço de manobra para si mesmo no processo penal.
  2. Shonsu Off-line Shonsu
    Shonsu (Shonsu) 8 Novembro 2020 02: 12
    +6
    Sim, uma praga em ambas as casas. Não dê a mínima para eles e seus estados.
  3. gorenina91 Off-line gorenina91
    gorenina91 (Irina) 8 Novembro 2020 09: 54
    -2
    Alguns dos votos eleitorais foram retirados de Biden. Agora a vitória não é tão óbvia

    -Sim, por que todo mundo está tão obcecado por isso ... -que exatamente se tornará o presidente ...
    - O principal é como os democratas podem agir nos EUA ... - como agem de maneira audaciosa e inteligente ... - E é assim que eles agem em seus próprios estados ... - Só podemos supor ... - quão descarado e cruel esses mesmos democratas tratarão uma Rússia "estrangeira" por eles odiada ... - Nesse ponto, eles não pouparão ninguém ...
    - E Trump ... - também é bom ... - então perder do zero, tendo tanta vantagem e tanta carta branca ... - Ele estufou as bochechas ... - mas qual é o ponto ... - Quem precisa agora essa tagarelice infantil com "contagem incorreta e outras maquinações" ... - esse Trump acabou se revelando um perdedor ... - Isso prova mais uma vez que a política de suavidade e baba não leva a nada de bom ... - E isso não se aplica EUA apenas; mas também a Rússia em primeiro lugar ...
    1. Yasha Makhno Off-line Yasha Makhno
      Yasha Makhno (Yasha Makhno) 9 Novembro 2020 07: 38
      0
      Bem, eu não sei habilmente, mas descaradamente sim. E então o atrevimento é a segunda felicidade.
    2. Danila46 Off-line Danila46
      Danila46 (Daniel) 9 Novembro 2020 18: 26
      0
      o principal na Rússia é o único e não repetível presidente, sem baba e outras secreções, para sempre! ...........
      Ele é, insubstituível!
      amém
  4. nbv Off-line nbv
    nbv 8 Novembro 2020 14: 05
    0
    O Partido Democrata em Shchyaty é o equivalente ao Partido Socialista na Europa. Não gosto das idéias de Levich. Eu queria um presidente republicano, mas não esse palhaço Trump também.
  5. Peter Rusin Off-line Peter Rusin
    Peter Rusin (Peter Rusin) 8 Novembro 2020 16: 50
    +1
    Vai ser legal se Trump ganhar! Como ele vai ganhar de volta contra todos aqueles que já parabenizaram Biden antecipadamente, incluindo a OTAN !!
  6. Peter Rybak Off-line Peter Rybak
    Peter Rybak (Patrulha) 14 Novembro 2020 19: 56
    +1
    Ambos têm uma idade sólida. Eles viverão para ver os resultados?