O que acontece com o único carregador de isqueiros movido a energia nuclear "Sevmorput"


O navio quebra-gelo nuclear russo "Sevmorput", movendo-se lentamente em direção à Antártica, ficou preso perto da costa africana devido a problemas técnicos. No entanto, segundo a Atomflot, a embarcação não perdeu a navegabilidade e a instalação nuclear do quebra-gelo está funcionando bem.


"Sevmorput" está atualmente localizado perto da capital da Nigéria, Abuja - os trabalhos estão em andamento no porta-aviões mais leve para reparar o complexo hélice-leme. Uma das lâminas do navio estava avariada e, com a ajuda de mergulhadores, teve de ser desmontada - isto foi relatado pelo diretor geral da Atomflot, Mustafa Kashka.


De acordo com fontes, o único cargueiro movido a energia nuclear do mundo precisará de reparos no cais. Um grupo de cientistas polares foi removido de Sevmorput - o navio quebra-gelo Kapitan Dranitsyn os levará ao Pólo Sul. A questão da entrega à estação polar russa "Progress" da carga necessária transportada por um navio de contêineres também está sendo resolvida.

De acordo com o Diretor Geral Adjunto para a economia A unidade financeira Atomflot de Andranik Kocharyan, Sevmorput, tem uma vida útil muito elevada e é capaz de transportar mais carga do que os navios dos concorrentes. O combustível nuclear do navio expira em 2023.

O Sevmorput é o único navio desse tipo no mundo. Foi lançado na Crimeia em 1986. Na década de 90, a transportadora mais leve era quase fixada em alfinetes e agulhas.
2 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. O comentário foi apagado.
  2. Sergey Latyshev Off-line Sergey Latyshev
    Sergey Latyshev (Sarja) 25 Novembro 2020 16: 23
    +2
    E o figo?
    Preso e preso, então irá mais longe.
    O que é tempestade de neve anônima para dirigir?
  3. Greenchelman Off-line Greenchelman
    Greenchelman (Grigory Tarasenko) 25 Novembro 2020 21: 20
    +2
    De acordo com outras informações, o navio está a deslocar-se ao largo da costa angolana em direcção à Antártica.