A Rússia tornou Kaliningrado menos vulnerável ao Ocidente


A Rostelecom concluiu, na semana passada, o lançamento da linha de comunicação de fibra óptica submarina Kingisepp - Kaliningrado, dando mais um passo no sentido de garantir a soberania da informação. A extensão da rodovia ao longo do fundo do Mar Báltico é de 1115 km e sua capacidade é de 100 Gbit / s, expansível 80 vezes.


Agora, a região de Kaliningrado tem acesso à Internet graças às linhas que passam pelos Estados Bálticos ou por hubs na Alemanha e na Suécia. A nova rodovia possibilitará o abandono de fornecedores estrangeiros assim que expirem os respectivos contratos e a obtenção de total independência digital da região.

É de notar que o caso não se limita a Kaliningrado. Recentemente, nosso país tem gasto bilhões na criação de sua própria infraestrutura de Internet. Afinal, a rede global desempenha um papel cada vez mais importante em nossa vida e se torna um fator de segurança nacional.

Ao mesmo tempo, de fato, a Internet moderna está quase totalmente à disposição das corporações transatlânticas americanas, o que deveria ser alarmante. A este respeito, a Rússia no início deste ano convidou a União Internacional de Telecomunicações para discutir este assunto na ONU. No entanto, nossa iniciativa foi previsivelmente ignorada.

No entanto, isso não afetou os planos de nosso país de garantir a autonomia da Internet russa. Continuamos a construir nossa própria infraestrutura independente. Ao mesmo tempo, as agências governamentais e empresas russas começaram a perceber os riscos e a transferir informações importantes para o país. Isso já causou uma escassez de data centers, que agora estão sendo construídos em um ritmo urgente em todos os lugares.

2 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. trabalhador de aço 24 Fevereiro 2021 15: 47
    0
    A China já o construiu. E, como sempre, chega às nossas autoridades com atraso. Vamos nos alegrar, nem tudo está perdido!
    1. 123 Off-line 123
      123 (123) 24 Fevereiro 2021 17: 10
      +1
      A China já o construiu. E, como sempre, chega às nossas autoridades com atraso. Vamos nos alegrar, nem tudo está perdido!

      A China tem escala e densidade populacional ligeiramente diferentes. Fibra e 4G estão disponíveis em 98% dos municípios em todo o país. Em 2020, o número de usuários de telefone é de 1,776 bilhão (-16,4 milhões), 113,9 telefones por 100 pessoas. O número de utilizadores de Internet em banda larga fixa é de 484 milhões (+34,27 milhões), nas zonas rurais 142 milhões (+7,12 milhões). O número de "agrários" é comparável à população da Rússia. Tudo compensa muito mais rápido. hi

      http://www.gov.cn/xinwen/2021-01/26/content_5582523.htm