O americano B-1 na Noruega terá que enfrentar a aeronave mais perigosa das Forças Aeroespaciais Russas


Desde fevereiro deste ano, tem havido colocado quatro bombardeiros supersônicos B-1B Lancer. Isso está acontecendo no contexto de um aumento geral do Pentágono de capacidades militares na região do Ártico.


O B-1B é a única classe de bombardeiros supersônicos nos países ocidentais, embora tenha enfrentado sérios problemas de manutenção e a prontidão operacional da aeronave tenha caído para menos de 10% em 2019.


A implantação do B-1B segue os esforços da Rússia para implantar uma série de novos sistemas de armas avançadas na região. Isso inclui aeronaves de ataque menores e de menor alcance do que o B-1B, que, no entanto, são capazes de transportar munições de longo alcance. Trata-se principalmente do Su-34 e do MiG-31K.


O caça-interceptor russo mais perigoso e pesado, o MiG-31BM, também foi implantado na região ártica. Ele pode rastrear e engajar bombardeiros B-1B a até 400 km de distância. Os interceptores russos chegaram ao Círculo Polar Ártico um mês antes do lançamento de combate do B-1B, mas ao contrário dos bombardeiros americanos, o MiG-31 não requer manutenção especial para operar em condições climáticas adversas.

A Rússia expandiu sua rede de aeródromos para mais perto do Círculo Polar Ártico para acomodar mais aeronaves de combate no Ártico e implantou vários sistemas avançados de defesa aérea lá, incluindo o S-400, Tor e Pantsir. Uma vez que o Ártico é um teatro potencial de operações militares, cuja importância estratégica está crescendo tanto para a Federação Russa quanto para o Ocidente, espera-se, portanto, que nos próximos anos ambos os lados aumentem suas capacidades militares na região.
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
2 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Michael1950 Off-line Michael1950
    Michael1950 (Michael) 12 March 2021 14: 05
    -2
    - A estação de guerra eletrônica, posicionada no B-1B, irá "zerar" o radar do MiG-31, o de todos os outros caças russos, a ponto de eles terem que procurar o B-1B pelo toque ... rindo ri muito O autor desta nota, é claro, não pode saber nem compreender ...
  2. Vamos lá cara Off-line Vamos lá cara
    Vamos lá cara (Garik Mokin) 12 March 2021 20: 36
    -1
    O americano B-1 na Noruega terá que enfrentar a aeronave mais perigosa das Forças Aeroespaciais Russas

    Não, então sim, "colidir"? ou “conhecer”?