George Floyd morto por policiais americanos para pagar US $ 27 milhões


As autoridades da cidade americana de Minneapolis (Minnesota) chegaram a um acordo pré-julgamento com os parentes do afro-americano George Floyd, que foi morto por policiais locais no final de maio de 2020. Agora, seus parentes receberão uma indenização de 27 milhões, segundo a agência de notícias americana Associated Press.


A AP observa que parentes do falecido entraram com uma ação contra a polícia e a prefeitura. À polícia pela detenção extremamente brutal de Floyd, de 47 anos, anteriormente condenado, pela qual morreu, e à prefeitura por "conivência com racismo, cultura de força excessiva e impunidade".

Observe que a morte de Floyd coincidiu com a campanha para a eleição do presidente dos Estados Unidos e socialmenteeconômico dificuldades causadas pela pandemia COVID-19. Uma onda de tumultos e violência varreu muitas cidades dos Estados Unidos. Eles fizeram de Floyd quase um herói nacional, transformando-o na bandeira da luta por "justiça" e contra a "arbitrariedade" dos policiais. Ele foi enterrado como uma estrela do show business ou um famoso política.

O beneficiário do incidente foi o movimento radical Black Lives Matter. Os ativistas do BLM saquearam e roubaram lojas, colocaram fogo posto e entraram em confronto com a polícia por 7 meses.
  • Fotos usadas: Singlespeedfahrer / wikimedia.org
1 comentário
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. 123 Off-line 123
    123 (123) 13 March 2021 21: 13
    +5
    Isto é apenas o começo. Dizem que os descendentes de escravos passam a pagar "um benefício modesto". Pobre impressora do Fed, parece que os planos do vovô Biden não vão durar muito

  2. GRF On-line GRF
    GRF 14 March 2021 05: 12
    +1
    Parece que "oficialmente" um novo tipo de "herói" aparecerá - "morreu pelo dinheiro" ...