Ministério das Finanças: Em 2019, a Rússia viverá por conta própria

O vice-ministro das Finanças, Sergei Storchak, informou ao público que a Rússia não tem nenhuma necessidade particular de contrair empréstimos externos no próximo ano, apesar de o próprio orçamento para 2019 prever essa oportunidade. Em seguida, ele contou em detalhes sua visão da situação no campo das finanças.



Assim, em abril de 2018, o Ministério das Finanças da Rússia colocou os Eurobônus de 11 anos mais recentes por US $ 1,5 bilhão e uma colocação adicional do Rússia-2047 por US $ 2,5 bilhões. Desses US $ 4 bilhões recebidos, cerca de US $ 3,2 bilhões foram gastos no resgate de antigos Eurobônus, e os US $ 800 milhões restantes foram transferidos para o orçamento do país.

Para o tempo restante em 2018, a Rússia ainda pode colocar Eurobônus por US $ 3 bilhões, dos quais US $ 800 milhões irão para recomprar obrigações antigas e US $ 2,2 bilhões irão para o orçamento federal. Mas não é fato que ela vai aproveitar isso até o final do ano.

A confiança de Storchak em 2019 está ligada a isso. Embora deva ser esclarecido que o projeto de orçamento da Rússia para 2019 realmente prevê a possibilidade de um certo endividamento externo de US $ 7 bilhões, dos quais US $ 3 bilhões podem ser novos empréstimos, e US $ 4 bilhões irão para recomprar o passado.

Ele disse isso após a reunião dos chefes dos Ministérios das Finanças e dos Bancos Centrais dos Vinte Financeiros (G20), que ocorreu de 11 a 12 de outubro de 2018 na Indonésia. Storchak esclareceu que a experiência de colegas de países com mercados emergentes em geral, e da própria Rússia em particular, mostra que a decisão de passar para o mercado interno (rublo) de empréstimos externos foi absolutamente correta e justificada.

Na verdade, a dívida externa pública da Rússia (incluindo as obrigações da ex-URSS assumidas pela Federação Russa) está em declínio. Em 1º de setembro de 2018, a dívida nacional (não confundir com corporativa) era de US $ 47,134 bilhões.
  • Fotos usadas: http://elitetrader.ru/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.