Você não vai conseguir sair: os Estados Unidos anunciaram sanções contra os sauditas

Apesar do fato de a Arábia Saudita ser um dos principais aliados dos EUA, parece que sua liderança não será capaz de sair do escândalo da água em torno do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, colunista do The Washington Post.



Assim, no ar da rádio KMOX, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington precisará de várias semanas para decidir sobre as sanções que serão impostas aos envolvidos no escandaloso assassinato:

Estamos considerando a imposição de sanções àqueles identificados até o momento que estiveram envolvidos no crime. Provavelmente, levaremos mais algumas semanas até que possamos realmente impor essas sanções, mas acho que podemos fazê-lo.


O Secretário de Estado dos Estados Unidos acrescentou que a represália contra um jornalista é "inaceitável" e não pode ficar sem resposta. Mas, ao mesmo tempo, fez uma reserva de que relações “profundas e de longo prazo” foram estabelecidas entre seu país e a Arábia Saudita.

Ele também notou um momento positivo no comportamento de Riade. De acordo com Pompeo, as autoridades sauditas estão cooperando na investigação desse assassinato com Washington e Ancara.

Recorde-se que no dia 2 de outubro deste ano Jamal Khashoggi entrou no prédio do Consulado Geral da Arábia Saudita para os documentos necessários. Ele nunca mais saiu deste prédio. As autoridades sauditas admitiram que ele foi morto. No entanto, ainda não existe uma versão exata do que aconteceu ao jornalista. Policiais turcos afirmam que antes de sua morte ele foi submetido a torturas monstruosas. Em Riade, dizem que o assassinato aconteceu quase por acidente, em consequência de uma briga que estourou.

Até o momento, 18 sauditas foram detidos neste caso. A "Comunidade Democrática Internacional" está tentando retirar as acusações de envolvimento no massacre dos altos funcionários da Arábia Saudita e colocar a culpa nos "homens de troca". No entanto, se Washington não tomar qualquer medida, ameaça “perder a face”.
  • Fotos usadas: detonators.ru
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.