Trump acusou os estados bálticos de desencadear a guerra na Iugoslávia

O presidente dos Estados Unidos criticou a Estônia, a Letônia e a Lituânia por desencadearem hostilidades no início dos anos XNUMX que levaram ao colapso da Iugoslávia.



As reivindicações foram feitas em abril deste ano, durante a visita dos chefes dos três países bálticos a Washington. Demorou algum tempo para os líderes desses Estados do Leste Europeu compreenderem a lógica do presidente americano. No final das contas, ele simplesmente confundiu o Báltico e os Bálcãs. Isso é especialmente surpreendente quando você considera que sua esposa Melania Trump é da Eslovênia, a ex-república iugoslava.

A presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite, o presidente da Estônia, Kersti Kaljulaid, e o presidente da Letônia, Raimonds Vejonis, falaram sobre isso durante sua conversa com Emmanuel Macron.

Então, seis meses atrás, Donald Trump deu um golpe sério em seus colegas bálticos. Além do colapso da Iugoslávia, ele os acusou de participação insuficiente nas atividades do bloco do Atlântico Norte, e também os aconselhou a entender melhor a Rússia e manter relações de boa vizinhança com ela.

A edição francesa do Le Monde relatou isso aos seus leitores. O jornal relembrou esse incidente em um dos artigos dedicados à visita de Trump à França e ao relato da crise nas relações entre os parceiros transatlânticos.
  • Fotos usadas: https://ru.depositphotos.com/
1 comentário
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. pafegosoff Off-line pafegosoff
    pafegosoff (Arkhip Pafegosov) 13 Novembro 2018 05: 56
    +2
    Ainda assim, ele está certo! Esses pugs sempre arrumam provocações.
    Que trocadilho. Eles provocam, sabendo que ao virar da esquina um valentão com soco inglês vai se levantar por eles ...
    Com a Iugoslávia ... Há "gato preto gato branco"