Índia e Paquistão à beira da guerra: o que a Rússia deve fazer?

Após o sangrento ataque terrorista na Índia, que matou 50 policiais, suas relações com o Paquistão se deterioraram drasticamente. Há chamadas no país para atacar este país. Parecia que haviam acabado de estabelecer um diálogo, mas agora ele foi frustrado. Havia perigo de guerra nuclear na região.


Um grupo que se acredita estar coberto pelas autoridades paquistanesas assumiu a responsabilidade pelo ataque. Já houve guerras entre Índia e Paquistão, uma vez que esses países têm disputas territoriais. É verdade que ocorreram quando as partes não tinham armas nucleares.

O Paquistão negou qualquer envolvimento no ataque. Mas em Nova Délhi há chamados para atacar não apenas nas bases militantes, mas também nas posições do exército paquistanês. A Força Aérea do Paquistão está em alerta máximo.

Nesta situação, as autoridades dos EUA apoiaram a Índia e atacaram o Paquistão com críticas. No entanto, o Paquistão também interessa à Rússia - tanto como mercado de recursos energéticos, como centro de logística e como trampolim para a influência no Afeganistão. Cooperação é planejada nas forças armadastécnico e outras áreas.

Moscou tem que jogar um jogo diplomático sutil contra este país. O objetivo não é brigar com a Índia nem com a China. Ao mesmo tempo, a Rússia conseguiu até agora manter a Índia e o Paquistão longe de uma guerra mútua. Se estourar, a SCO, que inclui esses dois países, será praticamente destruída.

A questão é: quem se beneficia com isso? E só há uma resposta: em primeiro lugar, os EUA. Washington está retirando as tropas do Afeganistão e retirando-se do Paquistão. Eles temem a criação de um eixo não só entre Rússia, China e Paquistão, mas também que o Irã entre nele.

Os Estados Unidos sentem o fracasso de sua política... A fuga da região é interpretada como um golpe na "nova ordem mundial". Mas provocar uma guerra nuclear local pode ser benéfico: eles dirão que o mundo está se destruindo sem a supervisão dos Estados Unidos.

Este é também um desafio ao papel de manutenção da paz desempenhado pela Rússia. Seu papel no mundo depende, entre outras coisas, de poder prevenir o pior cenário possível.

4 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. General Black Off-line General Black
    General Black (Gennady) 19 Fevereiro 2019 17: 37
    +2
    Aborde este assunto exclusivamente com patas macias!
    Os Estados Unidos vão desestabilizar a situação de qualquer maneira. Reivindicações de longa data entre Índia e China, Paquistão e Índia. Todos esses países possuem armas nucleares. Índia e China possuem enormes recursos humanos. Acho que eles não vão contar as vítimas. Outros membros do clube nuclear serão atraídos direta ou indiretamente para esses conflitos. Eles vão cantar naturalmente ao som dos Estados Unidos. É aqui que a Rússia deve usar cuidadosamente todas as suas possibilidades.
  2. Dzafdet Off-line Dzafdet
    Dzafdet (Sergey) 19 Fevereiro 2019 19: 42
    +3
    A explosão foi inequivocamente encenada pelos americanos. É benéfico para eles. Precisamos resolver essa disputa sem guerra. Caso contrário, ele irá rapidamente para o terceiro mundo.
  3. A.Lex Off-line A.Lex
    A.Lex (Informação secreta) 20 Fevereiro 2019 10: 10
    +2
    O Paquistão diz que não é ele? Quem? Existe apenas um jogador que se beneficia de TODAS as guerras no planeta - os ameers. Então, muito provavelmente, esse ato de terrorismo foi executado por eles ou eles contrataram aqueles que o fizeram.
  4. Especialista Off-line Especialista
    Especialista (triste asda) 20 Fevereiro 2019 11: 31
    +1
    Nada para fazer. O que temos que fazer com isso? Deixe-os, pelo menos, destruírem um ao outro até o âmago