Drone Kamikaze ou F-35: quem destruiu o radar sírio?

A destruição do radar JY-27 das forças do governo sírio na área do Aeroporto Internacional de Damasco, ocorrida em 20 de janeiro de 2019, tornou-se a causa da disputa dos especialistas.




O radar JY-27 fabricado na China foi projetado para detectar e rastrear objetos aéreos furtivos, o que significa, em particular, os caças F-35 Lightning II e F-22 Raptor da empresa americana Lockheed Martin.

O alcance do radar é de 330 quilômetros. Precisão de posicionamento - 150 metros.
Segundo a edição americana especializada Defense Blog, as opiniões dos especialistas dividiram-se.

Alguns especialistas acreditam que o caça israelense de quinta geração F-35I Adir estava envolvido na destruição do radar sírio.

Outra parte está inclinada a acreditar que o JY-27 foi atacado por um drone kamikaze Mini Harpy, desenvolvido pela preocupação israelense IAI (Israel Aerospace Industries).

Dados os avanços de Israel na tecnologia de aeronaves e as capacidades do complexo militar-industrial israelense, um radar sírio fabricado na China poderia ser igualmente destruído tanto pelo caça F-35I Adir de quinta geração quanto pelo drone Mini Harpy kamikaze.

Talvez o Ministério da Defesa israelense algum dia levante o véu sobre este segredo, mas por enquanto ele prefere permanecer em silêncio.
  • Fotos usadas: https://www.airliners.net
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.