A Rússia conquistou o primeiro lugar no fornecimento de GNL para a Europa

Soube-se que em fevereiro de 2019 a Rússia liderou o fornecimento de gás natural liquefeito (GNL) para a Europa. Ele entregou o maior volume de GNL, ultrapassando uma série de ex-líderes em entregas: Catar, Nigéria, Argélia e Estados Unidos.




Esta informação, em 28 de fevereiro de 2019, foi divulgada pela Reuters com referência aos dados do terminal Refinitiv Eikon. Portanto, o volume de fevereiro de suprimentos de GNL da Rússia para a Europa foi de 1,41 milhão de toneladas, ou 19 remessas. Esses volumes foram entregues a partir do terminal Yamal LNG e se tornaram um recorde não só para os europeus, mas também para uma empresa russa.

Refinitiv Eikon esclareceu que o Catar ficou em segundo lugar em fevereiro de 2019 em termos de fornecimento de GNL para a Europa com seus 18 embarques no volume de 1,33 milhão de toneladas. Em terceiro e quarto lugares, Argélia e Nigéria, forneceram 18 e 16 remessas de GNL, respectivamente.

Os Estados Unidos caíram para o quinto lugar com 9 embarques no volume de 0,64 milhão de toneladas, o menor nível de abastecimento desde novembro de 2018, quando os russos expulsaram os americanos. Embora em janeiro de 2019, os Estados Unidos tenham ficado tensos e novamente conseguiram assumir o 2º lugar no fornecimento de GNL para a Europa depois do Catar. É que os russos descansam bastante em janeiro.

A Reuters observa a alta competitividade do GNL russo, cujos maiores volumes foram fornecidos a terminais de regaseificação localizados no noroeste da Europa. Por exemplo, soube-se que a Yamal LNG vendia seus produtos a US $ 3,15 por milhão de BTU (unidades térmicas britânicas), enquanto seus concorrentes americanos mantinham o preço em US $ 7-8 por milhão de BTU. Isso não é surpreendente, uma vez que o custo de produção e liquefação do gás para Yamal LNG é muito mais barato do que para os produtores americanos de LNG.



Convém lembrar que, em novembro de 2018, a Rússia ocupava o segundo lugar na Europa em termos de suprimentos de GNL e estava bem consolidada nele.
  • Fotos usadas: https://news.rambler.ru/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
1 comentário
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Já era tempo de mudar de tubos para GNL - sem preocupações e aborrecimentos - trouxe gás, vendeu em um leilão e - dê um passeio!