A China começou a testar um competidor do Il-114 russo

A indústria aeronáutica da RPC está se desenvolvendo dinamicamente, e o reabastecimento é esperado na família de aeronaves regionais chinesas. Aos já em serviço Xinzhou-60 (MA60) e Xinzhou-600 (MA600), sua contraparte de médio curso Xinzhou-700 (MA700) ou New Boat 700 será adicionado em breve.




A State Aviation Industry Corporation of China (AVIC), que desenvolve esta aeronave turboélice desde 2013, espera que o Xinzhou 700 faça seu vôo inaugural antes do final de 2019. Ao mesmo tempo, a AVIC garante que a primeira cópia do Xinzhou-700 sairá da linha de montagem em setembro de 2019. O projeto já se encontra em fase de produção e testes piloto. Conforme relatado pela agência de notícias chinesa Xinhua.

Está especificado que "Xinzhou-700" pode atingir velocidades de até 637 km / he subir a uma altitude de 5,4 mil metros com um único motor. As aeronaves são projetadas para operar em aeródromos com pista curta em altas montanhas e temperaturas extremas. A aeronave tem dois motores, aproximadamente estes são motores turboélice Pratt & Whitney Canada PW150C, cada um com um empuxo de 3200 hp.

Xinzhou-700 terá capacidade para transportar 70 passageiros (possivelmente 85), operando em linhas regionais que variam de 800 a 2300 km. Além disso, já foram assinados 11 acordos com companhias aéreas chinesas e estrangeiras para o fornecimento de 185 novas aeronaves regionais chinesas. O peso máximo de decolagem da aeronave será de 27,6 toneladas, podendo entrar no mercado aproximadamente até 2021, quando receberá o devido certificado de validade das autoridades aeronáuticas.

Lembramos que o Xinzhou-700 é um concorrente do turboélice Il-114 soviético e russo, que deveria substituir a aeronave An-24. O Il-114 fez seu primeiro vôo em 1990. No total, 18 aeronaves foram produzidas, das quais 17 estavam na Associação de Produção de Aviação de Tashkent. Chkalov (TAPOiCH) no Uzbequistão.

Em 2010, foi tomada a decisão de retomar a produção do Il-114 na Rússia. No início de 2019, soube-se que a montagem do protótipo IL-114-300 estava prevista para ser concluída no verão de 2019. Seus testes de voo estão programados para 2020, e a primeira aeronave de produção aparecerá em 2021.
  • Fotos usadas: http://chinaplus.cri.cn/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
9 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. E se os chineses aprenderem a fazer aviões sensatos - eles podem comprá-los!
    1. Oleg RB Off-line Oleg RB
      Oleg RB (Oleg) 4 March 2019 21: 15
      +1
      Portanto, já a partir dos aviões militares russos estão sendo reembolsados ​​na íntegra. Recentemente, foi lançada uma fábrica de motores OVT, porque os russos não estão mais satisfeitos com ela.
      Os chineses poderiam ter sido ridicularizados 20 anos atrás. Com um trecho, bem, há 10 anos. Mas agora não.
      1. A.Lex Off-line A.Lex
        A.Lex 5 March 2019 10: 25
        +1
        Oleg, você propõe fechar nossas fábricas de motores de aeronaves ou dar essas fábricas para você - para a Bielo-Rússia? Você já está falando mais especificamente, senão você tem algum tipo de reticência ...
        Para a informação do resto - não há muito tempo a Rússia, e muito fortemente, dependia do fornecimento de motores para equipamentos militares e civis de vôo do antigo SSR ucraniano "fraternal". (a interpenetração na economia da URSS foi GRANDE!)
  2. weddu Off-line weddu
    weddu (Kolya) 4 March 2019 01: 59
    0
    Compraram a documentação dos uzbeques e pronto ...
    1. Junto com os uzbeques?
      1. A.Lex Off-line A.Lex
        A.Lex 5 March 2019 10: 28
        0
        Mashinen, os uzbeques estão descansando.
    2. A.Lex Off-line A.Lex
      A.Lex 5 March 2019 10: 28
      +1
      Nikolay, por quê? Tínhamos tudo e assim era. Afinal, as autoridades de design principal SEMPRE estiveram localizadas na RSFSR. A maior parte do primeiro. das repúblicas da União havia APENAS montadoras, e tudo era produzido em partes, como já foi dito mais de uma vez, na RSFSR.
  3. A.Lex Off-line A.Lex
    A.Lex 5 March 2019 11: 02
    +1
    A questão é aguda. A indústria aeronáutica na Rússia está, embora não em uma situação catastrófica, mas ainda em declínio. O país não consegue, na sua maior parte, dotar-se de aviação civil. O problema não é tanto a falta de produção de aeronaves, mas o cérebro - a liderança. A maioria das lideranças de ministérios e departamentos (isto é, funcionários comuns) não são condutores dos interesses do ESTADO SOB O NOME RÚSSIA !!! Estava só a pensar:
    1. Por que não há produção de materiais para as asas da aeronave MC-21 na Rússia até agora ??? Como é essa produção, que é necessária não só na indústria de aviação, mas em geral na economia do país, a Rússia ainda não tem ??? Quem é responsável por isso e quem não o fez?
    2. Por que a produção de motores de design russo (pelo menos o mesmo PD-14) ainda não foi iniciada? O que está impedindo isso? Quem é o responsável por isso? (tudo se arrasta desde 2014 e ainda não há abastecimento estável de linhas de montagem para produção de aeronaves)
    3. Por que o item acima não está listado em um pacote comum, mas isolado (cada um parece funcionar, mas não há resultado FINAL à vista?)?
    ...............
    E afinal onde "cuspir" é igual em todo lugar. Parece que tudo funciona, mas não há NADA ... Aqui na indústria militar - os resultados são visíveis, embora não tenha havido nenhuma campanha publicitária "ruidosa" na mídia. Afinal, o principal é o quê? O principal é o resultado final. E quaisquer "vitórias" intermediárias e conquistas menores não precisam ser cobertas pela mídia. Não é hora de introduzir as mesmas regras e regulamentos do complexo militar-industrial? Afinal, a “voenka” não depende de suprimentos do exterior. ... Era uma vez, tínhamos ciclos de produção completos para tudo o que é necessário para qualquer indústria. POR QUE NÃO ESTÁ RETORNANDO AGORA? Afinal, até mesmo amortecedores nojentos para um carro de passageiros e esses DEVEM SER ENCOMENDADOS POR CAUSA DO BOOGRA !!!
    Tudo deve ser PRÓPRIO. E a qualidade é igual ao complexo industrial militar !!! Os tanques são os MELHORES DO MUNDO !!! Por que não apertar o resto também ???
    1. A.Lex Off-line A.Lex
      A.Lex 5 March 2019 11: 20
      0
      Shl ... Peço que não dê referências a "economia de mercado" - isso é besteira. Cada ESTADO é um LOBBYIST DE SUA INDÚSTRIA e economia em geral. ... bem desse jeito ...