A Gazprom foi a primeira a falar sobre a ameaça do GNL americano

O gás natural liquefeito americano (GNL) pode se tornar o principal concorrente do gás natural russo no mercado europeu em 2019. A informação é da Reuters, que publicou excertos de uma entrevista com o chefe do departamento de estruturação de contratos e preços da Gazprom, Sergei Komlev, que concedeu à revista corporativa Gazprom.




Deve-se notar que os periódicos corporativos são geralmente um tipo de imprensa muito específico. Não é difícil imaginar que tais publicações, via de regra, são emitidas por grandes empresas que perseguem seus interesses corporativos.

Segundo Komlev, em 2019, o GNL dos Estados Unidos poderá ser redirecionado da Ásia para a Europa. O mercado asiático viu uma queda nos preços do GNL e uma mudança no custo de fretamento de navios especializados. Portanto, o redirecionamento do LNG americano do mercado asiático para o europeu é muito provável. Antes disso, o GNL na Ásia era mais caro do que na Europa.

No início de março (edição de 2019), ambos os incentivos estão em vigor para redirecionar os suprimentos para a Europa. E isso torna o abastecimento dos Estados Unidos à Europa mais atraente do que para a região da Ásia-Pacífico (APR)

- enfatizou Komlev.

Komlev observou que não apenas as empresas americanas estão fornecendo GNL para a Europa. O Novatek russo também está envolvido nisso. De acordo com Komlev, foi devido ao fornecimento da Novatek que em 2018 as importações de GNL pelos consumidores europeus aumentaram 10,6%.

Assim, o aumento no fornecimento de GNL da Rússia foi quase duas vezes maior do que dos Estados Unidos. E essa tendência, segundo Komlev, continua no início de 2019. Ao mesmo tempo, os fornecimentos de gás natural da Gazprom, pelo contrário, estão diminuindo, inclusive devido à concorrência do GNL e ao clima quente na Europa.

Deve-se lembrar que recentemente foi relatado que a Rússia explodir em primeiro lugar no fornecimento de GNL para a Europa. Além disso, a Comissão Europeia (CE) previsto apenas um ligeiro aumento no fornecimento de GNL dos EUA ao mercado europeu nos próximos quatro anos. As necessidades crescentes de gás da União Europeia seriam principalmente cobertas pela Gazprom e pela Novatek russas.

Portanto, é bem possível que a Reuters não tenha entendido corretamente as palavras de Komlev e tenha fingido ilusões. E a Gazprom, de fato, tem mais medo da concorrência não do caro LNG dos EUA, mas do barato LNG russo da Novatek.
  • Fotos usadas: http://www.shipspotting.com/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
3 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. gorenina91 Off-line gorenina91
    gorenina91 (Irina) 22 March 2019 16: 25
    +1
    - É isso ... - pessoalmente, estou cansado de escrever sobre isso ...
    A guerra entre a Gazprom e Novatek é simplesmente inevitável ... -É certo que a Gazprom chame os americanos com seu GNL em busca de ajuda ... para restringir a "agilidade" de nosso Novatek ... -É para lá que as coisas foram. .. -Hahah ...
    -Sim...
    - Bem, a Gazprom precisa pensar nisso ... ... - no fundo do "mar-oceano" (e não um) para colocar um gasoduto (e mais de um) ... e bombear gás por milhares e milhares de quilômetros ... - É tudo a mesma coisa, para começar a produzir locomotivas a vapor na esperança de que de repente haja procura delas ... -Quem é o principal consultor da Gazprom ... -Não foi a Chubais quem aconselhou ..? - Este "aconselhará" ... - "Valete para todos os negócios" ... provavelmente entende "assuntos do gás" ... - E de que outra forma Chubais não foi instruído a "gerenciar" a Gazprom .....? -Hahah ...
    - Mas, a propósito ... - só é caro e desastroso para a Rússia ... - fornecer gás barato através de canos a milhares de quilômetros de distância ... - E para os recipientes deste gás ... - absolutamente "no tambor" ... - como a Rússia será entregue ... -Eles também vão roubar dinheiro da Rússia por usar o território para um "duto de gás" ...
    -A Ucrânia até "se alimenta" desse cano de gás e vai "se alimentar" enquanto esse cano existir ... -E a Rússia não fará nada contra isso ... -Isso é o que só a Rússia fará com esse monte de canos de gás, quando tudo este empreendimento "voará para dentro do tubo" ... -e um fiasco é simplesmente inevitável ... -Quem será o responsável pelas perdas monstruosas ... -é apenas um desastre ...
    -Mas a Rússia será forçada a continuar com o fornecimento de gás ... -Fez acordos de longo prazo ... -Que tudo isso vai resultar ....
    1. Victor N Off-line Victor N
      Victor N (Victor n) 22 March 2019 17: 44
      0
      Sim, você está em pânico! E isso de apenas um artigo ... Você precisa ler mais, analisar. O gás é um objeto muito complicado, não se acumula, mas certamente é usado quando mais, quando menos. Existem equilíbrios de energia que levam em consideração as necessidades e oportunidades, e o resto é matizado. Dorma bem! Não irrite desnecessariamente o público.
      1. gorenina91 Off-line gorenina91
        gorenina91 (Irina) 22 March 2019 19: 11
        0
        -E você "me lê" mais e pensa com a cabeça ...
        - Bons velhos sonhos para vocês ... - Você e outros como vocês ... - Chá, todos durmam o suficiente ... ou durmam bem ...