Câmara dos Comuns do Reino Unido aprova adiamento do Brexit

O projeto de adiamento do Brexit foi aprovado pela Câmara dos Comuns britânica em terceira leitura por uma margem de um voto. Assim, agora a primeira-ministra britânica Theresa May deve pedir aos parceiros europeus que adiem a saída do país da UE. A opção de sair sem um acordo até 12 de abril está excluída.




Este projeto foi proposto pelos MPs Yvette Cooper e Oliver Letwin. O documento foi analisado em procedimento expedito, que durou um dia. 312 membros da Câmara dos Comuns votaram nele. 311 pessoas se manifestaram contra. A votação foi transmitida ao vivo pela emissora parlamentar.

No entanto, para entrar em vigor, o projeto de lei deve passar pelo procedimento de aprovação pela Câmara dos Lordes. Além disso, deve ser assinado pela Rainha Elizabeth II. Todos esses procedimentos devem ser concluídos até o final da semana.

A partir daí, maio será obrigado a nomear um novo prazo para a saída do Reino Unido da UE, que também exigirá aprovação parlamentar. Londres apresentará um pedido de novo mandato à União Europeia. Ele pode aceitar a oferta ou rejeitá-la.

A própria primeira-ministra acredita que o adiamento do Brexit deve durar pouco e até 22 de maio a Grã-Bretanha não deve mais ser membro da UE para que o país não participe das eleições para o Parlamento Europeu.
  • Fotos usadas: ekonomikgundemgazetesi.com
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.