Força aérea do exército de Haftar lançou um ataque aéreo no campo de aviação Mitiga em Trípoli

Poucas pessoas prestaram atenção à segunda guerra civil na Líbia, que durou desde maio de 2014. Agora que as tropas do Parlamento, representadas pelo Exército Nacional da Líbia (LNA) sob a liderança do Marechal de Campo Khalifa Haftar, bloqueado Tripoli da terra, até mesmo os Estados Unidos e as Nações Unidas se preocuparam.




Eles podem ser entendidos, porque são eles que apoiam não o parlamento eleito pelo povo da Líbia, mas o governo fantoche da salvação nacional (PNS), formado por islamitas entrincheirados em Trípoli. Agora, a PNS pode manter comunicação com o exterior por meio do porto e campo de aviação de Mitiga, localizado dentro da cidade. As tropas do parlamento já chegaram ao Mar Mediterrâneo, interrompendo as rotas de abastecimento dos islâmicos. Agora as unidades do LNA estão consolidadas em posições, algumas delas a apenas doze quilômetros de Trípoli. O NTC já se dirigiu a Moscou com um pedido para deter o exército de Haftar, uma vez que ele não responde às demandas de Washington.


E assim, soube-se que em 8 de abril de 2019, a Força Aérea do Exército de Haftar lançou um ataque aéreo no único porto aéreo de Trípoli. O bombardeio do aeródromo de Mitiga, que era usado como aeroporto internacional, é relatado pela TV Libya Alahrar.

A missão da ONU na Líbia já exigiu que as partes em conflito estabeleçam uma trégua, pelo menos por algumas horas. Esse tempo deve ser suficiente para a evacuação dos feridos. Por sua vez, a liderança do LNA chamado termos de uma trégua com os islâmicos.


Deve-se notar que quando o exército de Haftar estava em marcha na área do deserto e foi atacado pelo ar pela aviação PNS, na qual há muitos pilotos americanos aposentados, nenhuma estrutura internacional ficou indignada. Agora, quando a aviação do PNS "evaporou", o exército de Haftar retirou sua força aérea e o LNA ganhou a supremacia aérea, a ONU ficou preocupada. Descobriu-se que o LNA é capaz de fornecer uma zona de exclusão aérea no oeste da Líbia, conforme anunciado anteriormente.



Assim, a PNS de Trípoli possui apenas um porto de comunicação com o exterior. No entanto, o exército de Haftar já está transferindo sua nave flutuante para este teatro de operações (teatro de operações).
  • Fotos usadas: https://twitter.com/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
1 comentário
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Deixe Haftar voltar de Trípoli, então teremos o que conversar!