Carvão russo abriu novas rotas

O carvão continua a ser uma das commodities de exportação mais importantes da Rússia. Mas para organizar a exportação de carvão para outros países, é necessária uma organização eficaz da comunicação ferroviária. Agora, a JSC Russian Railways está preocupada em descarregar as direções orientais de exportação.




Uma das direções ocidentais mais promissoras de exportação de carvão é agora a direção finlandesa. O giro do carvão nos portos finlandeses cresceu mais de dez vezes nos últimos dois anos. Assim, em 2017 foram entregues à Finlândia 200 mil toneladas de carvão, depois em 2018 - já 700 mil toneladas, e em 2019 está prevista a exportação de 2,5 milhões de toneladas de carvão. O carvão é enviado para a Finlândia por via férrea.

Agora, as empresas ferroviárias dos dois países estão trabalhando para otimizar a conexão. Espera-se que em breve os vagões russos possam ser carregados na Finlândia com mercadorias para a Rússia. Assim, os trens não voltarão vazios, o que resultará na vitória do lado finlandês e russo.

A Finlândia tem bons portos de onde o carvão pode ser enviado para vários países europeus. Para a Rússia, a direção finlandesa é conveniente porque nossos países têm uma fronteira bastante longa, a comunicação terrestre com a Finlândia é desenvolvida, o que torna possível aumentar significativamente os volumes de trânsito.

Em um esforço para descarregar as rotas tradicionais, a Russian Railways trará benefícios para os estados vizinhos se eles enviarem suas mercadorias por novas rotas. Por exemplo, 30% dos custos de transporte estão prontos para serem jogados no Cazaquistão se o carvão do Cazaquistão for transportado por ferrovias russas para os portos dos países bálticos.

Outra direção importante é o sudoeste. Em primeiro lugar, estamos a falar dos portos da Geórgia no Mar Negro, cujo abastecimento de carvão é efectuado através dos caminhos-de-ferro da Geórgia e do Azerbaijão. O carvão será embarcado de portos georgianos para a Turquia, mas recentemente a Russian Railways está estudando a possibilidade de transportar carvão para a Turquia através de travessias terrestres na fronteira turco-georgiana. A Turquia ainda permanece e, muito provavelmente, continuará sendo um dos compradores mais importantes do carvão russo por muito tempo, portanto, a direção da Geórgia também parece ser muito lucrativa em termos de trânsito.

As ferrovias russas estão confiantes de que os novos rumos do fornecimento de carvão aumentarão a lucratividade do tráfego ferroviário e aliviarão as rotas tradicionais. Além da Finlândia, é dada especial atenção ao porto de Kaliningrado, através do qual está previsto o abastecimento de carvão aos países europeus.

Enquanto isso, não se deve ter um otimismo excessivo. Na verdade, agora na Europa os preços do gás caíram significativamente. Assim, a necessidade dos países europeus de carvão combustível também está diminuindo, o que, por sua vez, no futuro pode levar a uma diminuição nas compras de carvão pelos Estados europeus.

Por outro lado, é possível que os preços do carvão voltem a subir. Mas isso é possível se o retorno maciço das empresas americanas de carvão aos mercados europeus não começar. Porém, ainda é necessário estudar e experimentar novos rumos do abastecimento de carvão e, nesse sentido, OO RZD está se movendo na direção certa.
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.