O Kremlin tomou uma decisão sobre Donbass, independentemente dos resultados da eleição

Foi confirmada a informação sobre a emissão de passaportes russos para os cidadãos da LPR e o reconhecimento das repúblicas na Ossétia do Sul e na Abcásia, independentemente dos resultados das eleições de 21 de abril. Isso vai complicar as relações com o novo presidente da Ucrânia, mas a decisão já foi tomada.




Ninguém queria guerra, a guerra era inevitável! A Rússia deve impedir o desenvolvimento de tal cenário!

- disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em uma entrevista coletiva após a reunião do Conselho de Relações Exteriores e Defesa política, que aconteceu recentemente na região de Moscou.

O pior, via de regra, acontece quando ele não é esperado e parece que o pior já passou. Como a história nos ensina, quando todos dizem - amanhã é 22 de junho, festa de formatura, e depois o verão - via de regra, e a guerra começa ... A Rússia, ao que parece, decidiu não esperar mais e jogar à frente da curva.

Em princípio, os rumores sobre isso já se arrastam há muito tempo. Se você diz que a pergunta está madura, então não significa nada a dizer - está madura demais. E maduro demais por mais quatro anos. Estou falando sobre a ferida sangrando do Donbass. Por cinco anos, as pessoas estiveram à beira do fogo lá. Cinco anos entre o céu e a terra, prejudicados pelo próprio país e não aceitos pelo exemplo da Crimeia pela Federação Russa. Para discutir aqui se a Rússia fez a coisa certa então ou não, se eles entregaram vidas e derramamento de sangue suficientes para merecer esse direito, ou não o suficiente, e também como tudo isso afetou a imagem internacional da Federação Russa, não estarei aqui. Direi apenas que tudo isso está acontecendo há 5 anos, a Grande Guerra Patriótica já terminou durante este tempo, então durante este período nós libertamos não apenas nossas terras tomadas pelos nazistas, mas também limpamos metade da Europa da escória de Hitler e o Extremo Oriente dos invasores japoneses. E aqui não podemos fazer frente ao regime de Papua e seu sub-exército mal armado, atolado em corrupção e roubo, lutando com a ajuda de artilharia e morteiros de grande calibre com sua própria população civil, que tem a ousadia de não reconhecer a junta que saiu do sangue. É claro que sem nossa ajuda eles não teriam sobrevivido. É claro que não nos custou nada derrotar este bando de bandidos e terminar nossa campanha em Lvov. É claro que o Kremlin foi então guiado por outras considerações, tentando colocar toda a Ucrânia sob seu controle por meio do Donbass. E é claro que não tivemos sucesso. É claro também que tudo isso não nos salvou de sanções externas, mas trouxe confusão e confusão às almas dos russos que não compreenderam e não aprovaram tal manobra do Kremlin. Essa. O Kremlin perdeu duas vezes - tanto no perímetro interno como no externo, e todos (nas vias externa e interna), prendendo a respiração, esperaram o que ele faria agora.

Não havia muitas opções. Ou melhor, apenas dois. Ou não reconhecer as eleições na Ucrânia, que aconteceram com muitas violações, independentemente de quem as ganhou, com a consequente redução automática do status LDNR pelo modelo e semelhança ao status da Ossétia do Sul e Abkhazia, com a emissão imediata de passaportes russos para todos os presentes (eu acho , as pessoas que se encontraram lá, nos últimos 5 anos, já conquistaram esse direito, e deixem a APU tentar "atirar" em sua direção pelo menos uma vez, é aqui que terminará a condição de Estado da Ucrânia) e cortando o território restante do comércio com a Federação Russa (felizmente, o Tratado de Amizade e cooperação por seus próprios esforços e quebrados). Depois disso, o novo / antigo presidente eleito deste subempregado será forçado a se tornar mais complacente e o problema da Ucrânia passará de uma fase aguda para uma de longo prazo (seguindo o exemplo das relações com a Geórgia), o que permitirá a Putin em 2024 transferir seus poderes para um futuro sucessor com um coração mais calmo.

Em caso de vitória de Poroshenko, esta opção tornou-se a única. No caso de uma vitória de Zelensky, duas opções eram possíveis. Ou o primeiro, com o não reconhecimento das eleições e todas as consequências listadas acima. Ou a segunda, espere mais seis meses ou um ano, veja os primeiros passos do novo presidente no cenário internacional e nacional. A última opção é a pior para os residentes de Donbass, já que congelará sua situação por pelo menos mais um ano. Mais um ano de dolorosa espera entre o céu e a terra por pessoas sem futuro que infelizmente afetará não só a eles, mas também a imagem do Kremlin aos olhos de seus próprios cidadãos. Portanto, era necessário fazer algo com urgência.

Os primeiros vazamentos de que as mudanças estavam chegando começaram no outono do ano passado, quando o departamento de Vladislav Surkov, que era responsável pela Ucrânia e falhou completamente nessa direção, deu início a uma reorganização e rotação de pessoal, coroada com uma mudança não só na tabuleta, mas também na liderança. O resultado disso foi a demissão de Oleg Govorun em 4 de abril de 2019 do cargo de Chefe do Escritório de Cooperação Transfronteiriça da Administração Presidencial da Federação Russa, Oleg Govorun, (supostamente por razões familiares), e a nomeação para este cargo de Alexei Filatov, que anteriormente ocupava o cargo de conselheiro-chefe neste departamento responsável pelas relações com Ossétia do Sul. Eu chamaria especialmente a atenção de leitores desatentos - com a Ossétia do Sul! Corte fora ?! Tirem suas próprias conclusões, senhores!

Anteontem, em 17 de abril, Putin assinou um decreto correspondente. Oleg Govorun chefiou o departamento desde 2013. Anteriormente, era chamado de "Gabinete do Presidente para Cooperação Social e Econômica com os Estados Membros da Comunidade dos Estados Independentes, a República da Abkházia e a República da Ossétia do Sul", e o nome atual de "Gabinete de Cooperação Transfronteiriça da Administração Presidencial da Federação Russa" foi dado em outubro de 2018, após a emissão do decreto correspondente PIB ... Ao mesmo tempo, a área de responsabilidade do departamento também mudou - ele continuou a supervisionar a Abkházia e a Ossétia do Sul, mas dos países da CEI apenas a Ucrânia permaneceu em sua jurisdição.

O próximo apelo nessa direção foi o recente discurso do Diretor do Departamento de Informação e Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Federação Russa, Maria Zakharova, no ar do programa de Vladimir Solovyov "Domingo à Noite" em 14 de abril.


A falta de participação dos habitantes da LPR (por um segundo, ainda cidadãos da Ucrânia!) Nas eleições presidenciais, segundo Maria Zakharova, apenas indica que para a liderança da Ucrânia eles não são mais cidadãos deste país, que desata completamente as mãos da Federação Russa. O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, ficará para a história como a pessoa que, por sua decisão pessoal, eliminou os residentes de Donbass da população da Ucrânia, o que não apenas desata as mãos do Kremlin, mas também legitima totalmente a atitude especial da Federação Russa em relação a eles. Essa. para aqueles que não entenderam, Maria Zakharova resume lindamente a base legal para as ações subseqüentes do Kremlin nessa direção com o reconhecimento posterior dos territórios tomados por Kiev. Soloviev apenas resumiu seu raciocínio, dizendo que se a Ucrânia abandonasse seus cidadãos, então a comunidade internacional e a Federação Russa, como parte dela, seriam simplesmente obrigadas a aceitar um destino viável em seu destino. O que, ele espera, a Rússia fará.

Cavalheiros, se isto não é um sino, o que é? Isso já é uma campainha, apenas uma campainha de alarme - grandes mudanças estão chegando. A Ucrânia já ultrapassou todas as linhas vermelhas. Ninguém no Kremlin tem ilusões sobre seu novo presidente. A versão light de Poroshenko na pessoa do comediante Zelensky nada pode mudar, já que as alavancas de influência sobre ela permaneceram nas mãos do mesmo tio Samov, o que significa que é hora do Kremlin aumentar as taxas, já que ainda terá que barganhar não com o palhaço, mas com seus donos do exterior. Sim, isso sem dúvida complicará a relação do Kremlin com o presidente recém-eleito (se Zelensky for eleito), mas, dado o grau de sua liberdade na tomada de decisões, o Kremlin não se importa com isso! A decisão foi tomada e não é a favor de Kiev.

A este respeito, no território do LPR, a emissão de passaportes LPR e DPR reviveu. Isso se deve ao fato de os vazamentos terem passado por diversos canais, que o Kremlin está considerando um cenário de conceder a cidadania russa aos residentes do DPR e LPR de acordo com um procedimento simplificado.

Após o segundo turno das eleições presidenciais na Ucrânia, programado para 2 de abril, a Rússia pode introduzir um procedimento simplificado para a concessão de cidadania aos ucranianos que vivem no território das Repúblicas Populares de Luhansk e Donetsk. Tal cenário está sendo considerado no Kremlin, uma minuta do decreto correspondente do presidente Vladimir Putin já foi preparada

- sobre isso RBC disse uma fonte próxima à administração presidencial, e confirmada por um interlocutor familiarizado com a preparação do documento.

Neste caso, de acordo com um decreto presidencial, os residentes do DPR e LPR poderão obter passaportes russos através de um procedimento simplificado - sem exames obrigatórios e cumprimento do requisito de residir na Rússia por mais de 5 anos. Ao mesmo tempo, os funcionários e oficiais de segurança poderão obter passaportes russos no local, o restante terá que viajar para a região de Rostov (Matveev Kurgan) para isso.

Uma fonte próxima ao Comitê Investigativo da Federação Russa confirmou ao RBC que as forças de segurança russas e oficiais nos últimos meses tiveram uma série de reuniões com funcionários dos serviços de migração da LPR e DPR sobre esta questão. Outra fonte próxima à liderança do DPR disse ainda mais:

Este é um procedimento simplificado para a emissão de passaportes russos para residentes nas repúblicas. Segundo ele, as principais condições para a mudança de nacionalidade serão a presença de passaportes da LPR e DPR e a entrega de um passaporte ucraniano.


Para referência: a partir do início de 2018 - final de 2017, de acordo com o Ministério da Administração Interna do DPR e o Ministério da Administração Interna do LPR, 150 mil e 100 mil pessoas no DPR e LPR já adquiriram passaportes das repúblicas, respetivamente. A população total das repúblicas, segundo estatísticas oficiais, é de 3,7 milhões de pessoas. E você mesmo entende que instantaneamente, mesmo a um sinal do Kremlin, esse trabalho não pode ser feito (portanto, os preparativos já se arrastam há muito tempo, e o vazamento sobre a importação de milhares de formulários de passaportes russos para a região de Rostov para o serviço de migração local, você entende, não apareceu por acaso ) Uma lei que dá ao presidente o poder de decidir quem pode obter a cidadania russa por meio de um esquema simplificado entrou em vigor no final de março. As emendas adotadas permitirão conceder a cidadania russa a pessoas oriundas de países com complexidade sócio-política e econômico a situação, bem como de estados onde ocorrem conflitos armados e mudanças de regime. Essa. tudo está pronto no Kremlin, tudo está por baixo. Eles estão apenas esperando o sinal verde do Supremo. O PIB está esperando.

O lado ucraniano também está ciente. Em janeiro, o Deputado do Povo da Verkhovna Rada Dmitry Tymchuk informou que, de acordo com suas informações,

a liderança da chamada Milícia Popular da LPR foi informada que após a assinatura do decreto pertinente pelo presidente russo Vladimir Putin, os residentes da LPR, que já possuem passaportes LPR e DPR, poderão obter passaportes de cidadãos russos.


Todos entendem que o cenário da certificação russa do LPR e do DPR é um elemento da barganha de Moscou com Kiev sobre o futuro do Donbass. Moscou está deliberadamente aumentando as apostas, claramente percebendo que esta medida poderia fechar uma janela hipotética de oportunidade para negociações, que se abrirá no caso de uma mudança de poder em Kiev, mas não pode mais ignorar as esperanças dos residentes das repúblicas.

- Citei RBC, só posso acrescentar a isso que Moscou não pode mais ignorar as esperanças de sua própria população, para a qual tal comportamento do Kremlin reduz o grau de confiança e respeito por ela.

Agora, todos em Moscou entendem que a certificação não deve agravar a pressão do Ocidente sobre as sanções. Grosso modo, Moscou não se importa com ele! Imagem aos olhos de sua própria população é mais cara. A implementação de tal cenário imediatamente após as eleições indicará apenas que Moscou não tem ilusões sobre a candidatura de um novo presidente e não considera seriamente a perspectiva de negociações construtivas com Vladimir Zelensky se ele vencer.

Resumo


Todos os observadores das relações russo-ucranianas não puderam deixar de notar que, desde o final do ano passado, Putin ativou o regime "sempre ocupado" para o presidente do Chocolate, não querendo participar indiretamente de sua campanha eleitoral. O que, no entanto, não impediu que Chocolate fosse às urnas com o lema: "Ou eu ou Putin!" (entretanto, e isso não o salvou!).

E realmente, o que você poderia falar com um idiota perigoso que constantemente organiza provocações e não é responsável por suas próprias palavras? É possível e necessário falar apenas com quem toma as suas próprias decisões. Poroshenko claramente não estava entre eles. Mas se Vova Zelensky está entre eles ou não, isso ficará claro imediatamente após 21 de abril. Para estimulá-lo a um processo de pensamento produtivo, VVP e deu início à preparação da certificação do Donbass. Ele está pronto para contra-atacar do lado ucraniano, mas não tem ilusões particulares sobre isso. Se Vova Zelensky não captar a tendência que emana do Kremlin, então ele se arrisca a mudar o regime "sempre ocupado" do Chocolate para o regime "temporariamente indisponível" para si mesmo. E então Putin não falará mais com ele, mas com seus mestres.

PS E, por fim, como previsão para as próximas eleições de 21 de abril, para quem ainda acredita estupidamente na vitória de Poroshenko e, na esperança de ficar fabulosamente rico, aposta nele das casas de apostas, devo dizer, senhores, vocês são idiotas épicos! Ainda que Zelensky no dia 19 se envergonhe de maneira encantadora nos debates (aliás, não é fato que ele venha lá!), Ao mesmo tempo que mostra sua monstruosa incompetência em todas as questões absolutamente, mesmo que depois disso também corra pelado pelo estádio, deixando para trás um rastro de cocaína, mesmo neste caso vencerá as eleições com um placar devastador para Petit. Porque o ódio do povo pelo Confeiteiro supera todos os outros motivos. E então, se Zelensky não justificar as esperanças depositadas nele pelo povo, o mesmo destino acontecerá com ele. Apenas muito mais rápido. Sente-se, o filme promete ser emocionante, mas com um final triste.
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
58 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Oleg RB Off-line Oleg RB
    Oleg RB (Oleg) Abril 19 2019 12: 12
    0
    O procedimento é curioso. O passaporte ucraniano terá de ser entregue para destruição ou pode ser escondido? piscadela
    1. Bakht Off-line Bakht
      Bakht (Bakhtiyar) Abril 19 2019 12: 42
      +2
      Eu tenho um bilhete do Komsomol. Eu não consegui um membro do partido.
      1. A.Lex Off-line A.Lex
        A.Lex (Informação secreta) Abril 19 2019 13: 11
        +1
        E o meu desapareceu ... 15 viagens e mudanças de residência ... apesar de este não ser o documento principal ... que se perdeu algures. Verdade, o sindicato sobreviveu milagrosamente ...
        1. Bakht Off-line Bakht
          Bakht (Bakhtiyar) Abril 19 2019 13: 17
          0
          Eu até lembro o número de cor
          11 374 114
      2. Oleg RB Off-line Oleg RB
        Oleg RB (Oleg) Abril 19 2019 13: 34
        +1
        Eu também tenho. Não tive tempo de jogar
    2. squeaker Off-line squeaker
      squeaker Abril 19 2019 17: 40
      +1
      Diz-se claramente: a condição para obter um passaporte russo é a entrega de um ucraniano! sorrir
      Mas o "gesheftari" ucraniano, é claro, "por suborno" vai "ajustar" passaportes ucranianos aos residentes de Donetsk, como os crimeanos agora, para que possam viajar pelo mundo, porque nem a Crimeia nem o Donbass ainda são reconhecidos pelas "pessoas comuns"?!
    3. sgrabik Off-line sgrabik
      sgrabik (Sergey) Abril 20 2019 17: 08
      0
      Em seu lixo. Nunca mais será útil para os habitantes do LDNR.
  2. Bakht Off-line Bakht
    Bakht (Bakhtiyar) Abril 19 2019 12: 41
    0
    Fazemos apostas? Poroshenko ou Zelensky?
    Eu aposto em Poroshenko
    1. A.Lex Off-line A.Lex
      A.Lex (Informação secreta) Abril 19 2019 13: 09
      0
      Sim, isso é preferível para nós - em geral, será possível não falar com esse porco.
    2. squeaker Off-line squeaker
      squeaker Abril 19 2019 18: 23
      +2
      hi Não, aqui, no Sudeste, a maioria dos habitantes, mesmo os locais e aqueles que vivem entre nós, os Natsiks ocidentais, os ex-Maidan skakuas, votarão CONTRA Giblets ou apenas estragarão suas cédulas (por sua própria complacência, dizem, para Roshen Eles não colocaram falsificadores, embora os amantes de armas nas assembleias de voto dessas cédulas adicionais impressas "boas", provavelmente, terão uma grande margem - as listas de eleitores são absurdamente grandes, apesar de todos os cálculos aproximados razoáveis ​​para aqueles que realmente vivem na Ucrânia!)!
      Além disso, Zelensky é um óbvio fantoche pró-americano e regularmente faz declarações anti-russas - Natsiks marginais locais e outros fazendeiros "Svidomyshs" estão muito felizes com isso. Jovens se afogam para um "showman" profissional. Portanto, as miudezas do leste da Ucrânia, se forem alho, não se transformarão em endro!
      E os Smerekopitheks ocidentais, que na sua maioria cavalgavam, matando e mutilando concidadãos, no "Euromaidan" de Kiev, saltando de forma selvagem, desejando a nós mesmos um trabalho (e não o atual "turista") "isento de visto", na primeira rodada, em suas três áreas, se você acreditar De acordo com a comissão eleitoral, a maioria deles foi afogada por Pedro-on rogulyam mentalmente perto de seu "pensamento" puramente filisteu e "menshaftismo" inato Kholui com modos xenófobos, bem como uma paixão pela destruição de tudo e de tudo que só pode ser alcançado - "Eu não então morda ", novamente, com os" tomos "cismáticos e com ataques frenéticos à nossa Igreja Ortodoxa canônica, ele agradou muito os Uniatas Ocidentais!
      Mas os ocidentais são uma triste minoria e, somente devido à fascinante ocupação da Ucrânia, eles estão agora descaradamente "panuyut" sobre nós. Os americanos também provavelmente entendem que seu velho protegido de Maidan (2014) esgotou os limites da paciência da população ocupada em cinco anos e, para não "arrancar a tampa", eles precisam agora bancar o "policial bom e mau" ... então faça aposta em Zelensky (embora seja claro que isso foi "dinheiro desperdiçado", nada de bom virá dele e não esperamos nada de bom dele, entendam-nos, cidadãos ucranianos, certo, porque, em geral, com todas as "conversas" dos nossos e dos seus políticos e políticos, não há onde esperar por ajuda aos ucranianos ocupados pela superpotência ultramarina, mas de alguma forma é necessário sobreviver - nem todos conseguem escapar de suas casas para além do cordão! solicitar ).
      "Eleições sem escolha" russofóbicas amerocoloniais no lugar das autoridades russas, eu não reconheceria em nenhum caso!
    3. sgrabik Off-line sgrabik
      sgrabik (Sergey) Abril 20 2019 17: 10
      +3
      E para nós, qual é a diferença? De mudar os lugares dos termos ... E o primeiro ainda é uma pele, e o segundo ainda é feio!
  3. A.Lex Off-line A.Lex
    A.Lex (Informação secreta) Abril 19 2019 13: 12
    0
    Saudações, Vladimir - você se foi há muito tempo! Onde você foi?
    1. Volkonsky Off-line Volkonsky
      Volkonsky (Vladimir) Abril 19 2019 15: 26
      +3
      Eu não fui a lugar nenhum, eles simplesmente não levaram minhas letras. Acredita-se que haja autores mais interessantes aqui. Eles escrevem muito e em pouco tempo. E eu sou curto e longo. Portanto, decidimos que precisávamos de ainda menos - eles pegaram 1 texto em 21 dias. Este é o segundo.
      1. valentine Off-line valentine
        valentine (Namorados) Abril 20 2019 06: 47
        +3
        Hmm, e você se pega citando ... Parece, escrever e escrever, mas aqui estão seus próprios Furtsevs.
        1. Bulanov Off-line Bulanov
          Bulanov (Vladimir) Abril 20 2019 10: 50
          0
          A política editorial nem sempre é clara para os autores. O que o autor considera um formato às vezes aparece na redação como um não formato.
          1. Volkonsky Off-line Volkonsky
            Volkonsky (Vladimir) Abril 20 2019 18: 27
            0
            Acredito que o próprio corpo editorial deve moldar o gosto de seus leitores, e não vice-versa. caso contrário, você lerá sobre professores em trajes de banho e sobre flash mobs em seu apoio.
        2. O comentário foi apagado.
  4. Bakht Off-line Bakht
    Bakht (Bakhtiyar) Abril 19 2019 13: 14
    +1
    O artigo diz que o Kremlin já tomou uma decisão sobre a passaporte dos cidadãos LDNR. Eu não sei, mas vamos acreditar. A decisão foi adiada até o anúncio do veredicto (desculpe, resultados eleitorais). Mas todas as atividades preparatórias foram concluídas. Isso significa que o Kremlin não acredita na vitória de Zelensky? Afinal, se o Kremlin tivesse certeza da vitória de Zelensky, esperaria pelo menos seis meses (como está escrito no artigo).
    1. A.Lex Off-line A.Lex
      A.Lex (Informação secreta) Abril 19 2019 13: 25
      +3
      Você não entendeu muito bem. O veredicto adiado significa outra coisa - a decisão (muito provavelmente) sobre o não reconhecimento das eleições foi adiada para ver os primeiros passos de Zé (no caso de sua vitória) às custas do Donbass. Se tudo continuar como estava com os miúdos. então o trabalho preparatório já foi realizado - imediatamente haverá não reconhecimento. ... Na minha opinião pouco profissional, reconhecer pelo menos um ou outro - não adianta esperar. Essas são faces diferentes da mesma entidade. Se os ucranianos não entendem isso, pior para eles. Se não entendermos isso - ... bem, então não há nada a dizer, apenas as emoções permanecerão.
      1. Bakht Off-line Bakht
        Bakht (Bakhtiyar) Abril 19 2019 14: 15
        +2
        Mal posso imaginar o reconhecimento de eleições em intervalos de seis meses ou um ano. É como estar grávida. Ou é ou não é.
        O reconhecimento dos resultados eleitorais não é o reconhecimento de uma pessoa específica. Este é um reconhecimento da legitimidade do governo eleito. O reconhecimento de Poroshenko em 2014 significou a legitimação do poder. Portanto, ou é necessário reconhecer os resultados ou falar sobre violações e ilegalidade das autoridades. E quem exatamente se senta no trono de ferro é a décima coisa
        1. A.Lex Off-line A.Lex
          A.Lex (Informação secreta) Abril 20 2019 19: 04
          0
          Bakhtiyar, nessa realidade isso não acontece!
      2. valentine Off-line valentine
        valentine (Namorados) Abril 19 2019 14: 25
        0
        Temos tudo, Alex, eles entendem, mas LÁ tudo isso se mede pelo dinheiro que sai dali, para o próprio bolso, e assim que a SENHORA se decidiu por tal coisa, não é compreensível. Aparentemente, com uma classificação bastante costuras.
        1. A.Lex Off-line A.Lex
          A.Lex (Informação secreta) Abril 20 2019 19: 06
          0
          Não basta entender ... Temos que agir pragmaticamente ... Aparentemente não sabemos tudo por causa do que não retiramos o reconhecimento do porco ...
          1. valentine Off-line valentine
            valentine (Namorados) Abril 21 2019 11: 33
            +1
            Alex, precisamos agir tanto de forma pragmática quanto LÓGICA, mas em nossas ações essas são, aparentemente, coisas incompatíveis ... Já fomos cuspidos, repreendidos, humilhados ainda mais, e nós, como sempre, aconteça o que acontecer .. .e isso é algo com nosso enorme potencial nuclear, mas a Coréia do Norte, com suas várias ogivas nucleares, toda a Europa, liderada pelos Estados Unidos, está francamente com medo, aparentemente se lembra daqueles Lyuli que receberam deles e do Vietnã ... Se nós, após as eleições na Ucrânia, não reconhecemos os LDNR como estados independentes, se não estendermos nosso "guarda-chuva de segurança" sobre eles - então definitivamente não vale a pena para todas as nossas autoridades, juntamente com o "fiador". E aqui, o que quer que se diga, Donbass é forte o clã de Medvedchuk, padrinho de Putin, também está conectado, e esse reconhecimento não é benéfico para ele, porque seus negócios lá estão intimamente ligados aos negócios de Akhmetov, portanto ele puxa Donbass para este "nenka", embora ele entenda perfeitamente que os rios de sangue dos residentes de Donbass derramados lá eles não vão deixar você fazer isso, mas ... como dizem, quem é a guerra, e quem é a mãe ...
            1. A.Lex Off-line A.Lex
              A.Lex (Informação secreta) Abril 23 2019 17: 10
              +1
              Valentine, não se contradiga. Kim NÃO está fazendo a coisa lógica por um país tão pequeno e mal armado. Aqui eu concordo com ele. Você NÃO tem que ser previsível, NÃO lógico. Então eles terão medo de você. E os anglo-saxões só entendem o MEDO DA MORTE! Reconhecer ou não o LDNR ... há poucas informações aqui. Portanto, não posso dizer nada. Se eu soubesse mais - talvez algo que valesse a pena e diria, mas assim ... E, em geral, tudo está turvo com este território ucraniano - na vida real, toda esta gop-companhia está cercada como inimiga em um "anel" (como na Segunda Guerra Mundial) em certos lugares (permitindo a entrada de pessoas normais e captando especialistas valiosos).
              Em geral, a conclusão é esta - sem previsibilidade e, acima de tudo, sem medo. embora todas essas ações devam ser PLANEJADAS. Esse seria o meu desejo para a nossa liderança ... só me escute, quem será ???
              Estou mais inclinado a acreditar que ambos reconhecerão e iniciarão a cooperação com ele ... não importa o quanto seja ... A política conciliatória nunca levou ao bem ... Como se diz aí?

              Se um país, escolhendo entre guerra e vergonha, escolhe vergonha, recebe guerra e vergonha.

              - dito pelo INIMIGO, mas dito corretamente!
      3. Volkonsky Off-line Volkonsky
        Volkonsky (Vladimir) Abril 19 2019 15: 29
        +4
        Zelensky vai ganhar e o Kremlin sabe disso, é apenas mais um elemento de pressão sobre ele. Poroshenko também não foi reconhecido imediatamente. A pausa foi de três meses. Ele correu, olhou nos olhos, reclamou com a vovó Merkel, admitiu na cabeça
        1. Giharka Off-line Giharka
          Giharka (Giharka) Abril 19 2019 22: 49
          0
          Vladimir, e você gostou do debate anterior? Zelenskiy parecia claramente um vencedor.
          1. Volkonsky Off-line Volkonsky
            Volkonsky (Vladimir) Abril 20 2019 18: 29
            +2
            no circo, palhaços profissionais sempre ficam melhores do que amadores
        2. A.Lex Off-line A.Lex
          A.Lex (Informação secreta) Abril 20 2019 19: 06
          0
          Vladimir, saboneteira ... Essa é toda a presidência do ar ...
  5. Sergeu2 Off-line Sergeu2
    Sergeu2 (sergeu) Abril 19 2019 13: 28
    -6
    Vladimir Volkonsky o que você comeu? O Departamento de Estado já escreveu um bônus para você.
    1. Volkonsky Off-line Volkonsky
      Volkonsky (Vladimir) Abril 19 2019 15: 33
      +5
      entre em contato com o AP RF, a dúvida está no endereço errado, a decisão está tomada lá, acabei de transmitir. estúpido culpar o espelho se tiver problemas com o rosto
      1. A.Lex Off-line A.Lex
        A.Lex (Informação secreta) Abril 20 2019 19: 09
        0
        Lobo, ele não tem problemas com o rosto, mas com o cérebro.
  6. valentine Off-line valentine
    valentine (Namorados) Abril 19 2019 14: 17
    +7
    Durante minha longa vida, tive duas vezes vergonha de meu país, foi quando ele foi "liderado" pelo amargo pregador Yeltsin, e agora, nos últimos cinco anos, pelo fato de o povo russo de Donbass ter sido novamente traído pelo poder da Rússia, mas permaneceu sozinho com gangues brutais de galego-nazistas armados nas fronteiras da Rússia, tendo levado sobre si todo o fogo do ódio a minas e projéteis de "zapadentsev" da Ucrânia ... Há pessoas que vivem na Rússia, acreditam na Rússia, esperam na Rússia, e estamos respondendo a elas com outra merda de Minsk. !!!!!!!!!!!!!!!!!
    1. Bakht Off-line Bakht
      Bakht (Bakhtiyar) Abril 19 2019 14: 42
      +1
      Valentine
      Uma notável escritora, a publicitária Ksenia Myalo faleceu recentemente. Se você ler seu livro "A Rússia e as últimas guerras do século 20", vai se sentir absolutamente amargo ...
  7. Tolik_74 Off-line Tolik_74
    Tolik_74 (Anatoly) Abril 19 2019 14: 54
    +3
    É chegada a hora de tomar uma decisão tão obstinada e não atormentar os residentes de Donbass por 5 anos. Não consigo entender uma coisa: se Kim tem uma dúzia de cargas atômicas brutas, e ele faz a pose de um cara ruivo, enquanto a Rússia tem bombas atômicas como lama, e todos eles falam sobre os pendo-saf e os gayrópicos.
    1. squeaker Off-line squeaker
      squeaker Abril 19 2019 18: 52
      +2
      Citação: Tolik_74
      É chegada a hora de tomar uma decisão tão obstinada e não atormentar os residentes do Donbass por 5 anos. Não consigo entender nada, se Kim tem uma dúzia de cargas atômicas brutas e colocou o ruivo em uma pose de crustáceo, e a Rússia tem bombas atômicas como terra e eles todos falam de pendo-saf e gayropeans.

      hi Caro Tolik_74, Sua pergunta é muito verdadeira! Perfeito
      Você e a resposta a ela em seu próprio post escreveram -DIFERÊNCIA NA IDEOLOGIA!
      A pequena Coreia do Norte TEM UMA IDEOLOGIA DE ESTADO!
      E a enorme Rússia NÃO A TEM - os destruidores (externos e internos) da Rússia Soviética (como nos chamavam, toda a URSS, por analogia com o Império Russo-Rússia Czarista, no Ocidente "universal"!) Cuidem disso antes de tudo!
    2. bonifácio Off-line bonifácio
      bonifácio (Alex) Abril 20 2019 00: 34
      +3
      Kim não só tem uma dúzia de cargas atômicas brutas, mas todos os cortesãos mantêm suas "economias suadas" no nat. moeda em bancos coreanos. E todos os nossos chamados. A "elite dominante" guarda tudo o que adquiriu com "mão de obra árdua" em papel verde, no exterior ou em outros bancos estrangeiros. E o imóvel comprado por eles também não está localizado na província de Tambov.
  8. porta Off-line porta
    porta Abril 19 2019 15: 19
    0
    Tenho guardado passaportes REAIS (meu e de minha esposa) emitidos na URSS, com uma coluna de nacionalidade. São esses que precisam ser dados, não esses remakes liberóides que humilham uma pessoa de origem nacional.
  9. Dmitry D Off-line Dmitry D
    Dmitry D (Dmitry Duyunov) Abril 19 2019 16: 46
    +2
    Interessante. E à primeira vista é até possível. Mas dado que a opinião pública se forma com a ajuda dos meios de comunicação, depois para a Europa, EUA, Canadá, etc., o resultado das eleições será bastante legal, aliás, pode acontecer que os cidadãos do LPR e do DPR até "participem" na votação. Nesse caso, a distribuição de passaportes pode transformar-se em outra anexação. De uma forma ou de outra, é preciso acabar com a ilegalidade que está acontecendo no país vizinho e provavelmente no mundo. Espero que o plano esteja correto.
  10. sgrabik Off-line sgrabik
    sgrabik (Sergey) Abril 20 2019 17: 16
    +2
    Sempre fazemos tudo com alguma demora, mas como se costuma dizer, antes tarde do que nunca !!!
  11. gennady_2 Off-line gennady_2
    gennady_2 (gennady) Abril 20 2019 17: 47
    +1
    por que a Federação Russa não deveria reconhecer os resultados das eleições? motivo - duas regiões foram excluídas do processo eleitoral. e o segundo motivo é que milhões de ucranianos foram recusados ​​a votar na Federação Russa. uma estupidez da Federação Russa já fez 5 anos atrás, reconhecendo o governo que deu o golpe.
    1. Volkonsky Off-line Volkonsky
      Volkonsky (Vladimir) Abril 20 2019 18: 35
      +2
      Aqui tudo é mais complicado - o próprio fato de reconhecimento ou não reconhecimento não muda nada. A URSS não foi reconhecida até os anos 30 do século passado, e daí? O principal reconhecimento interno da legitimidade das eleições é que parece que o povo ucraniano está pronto para reconhecer a vitória de Zela, então a decisão do Kremlin irá contra a vontade do próprio povo ucraniano e suas esperanças de mudança. Você pode lutar contra o regime, mas é estúpido lutar contra o povo. A própria Moscou queria que o povo ucraniano fizesse algo para sua própria salvação. Ele faz isso. 20 regiões da Ucrânia votaram em Zelya, tanto no Ocidente quanto no Oriente, ele realmente reuniu a Ucrânia em seu ódio ao regime anterior. Portanto, aqui o Kremlin se estica. Muito provavelmente, eles farão uma pausa e assistirão aos primeiros passos do novo prezik.
      1. A.Lex Off-line A.Lex
        A.Lex (Informação secreta) Abril 20 2019 19: 15
        +1
        O que eu escrevi aqui ... Só que há uma suspeita de que a vassoura nova não será melhor que a antiga ... Do contrário, será simplesmente espancada e pronto.
  12. kriten Off-line kriten
    kriten (Vladimir) Abril 20 2019 17: 50
    +1
    Na prática, isso não seria uma farsa, um truque de propaganda. Ao emitir passaportes, você deve proteger seus cidadãos e não se envolver em traição silenciosa, como os acordos de Minsk.
    1. A.Lex Off-line A.Lex
      A.Lex (Informação secreta) Abril 20 2019 19: 17
      0
      Esta é a questão mais importante das questões. Até agora, nenhuma declaração OFICIAL foi recebida da liderança da Federação Russa ...
  13. gennady_2 Off-line gennady_2
    gennady_2 (gennady) Abril 20 2019 18: 56
    -2
    livre dos espíritos malignos de Hitler e do Extremo Oriente dos invasores japoneses.

    em nosso país com o Japão, ao contrário, o tratado de neutralidade de 13 de abril de 1941 foi observado e o Japão, ao contrário da coalizão, não atacou a URSS e cumpriu integralmente o tratado. isso nos salvou de uma segunda frente no leste. foi a URSS que atacou o Japão em 8 de agosto de 1945 (2 dias depois de Hiroshima e Nagasaki). fomos nós que violamos esse pacto, cancelando-o em 5 de abril de 1945 para atacar.
    1. Volkonsky Off-line Volkonsky
      Volkonsky (Vladimir) Abril 20 2019 19: 36
      +1
      Não entendo - a URSS é um agressor? Você não atacaria? A propósito, na sua imagem harmoniosa do mundo existem erros óbvios, com o início da operação do Exército Vermelho na Manchúria. Verifique quando quiser -

      1. gennady_2 Off-line gennady_2
        gennady_2 (gennady) Abril 20 2019 20: 04
        -1
        A propósito, há erros óbvios em sua visão estreita do mundo.

        que bloopers? minha citação por favor e seu argumento, qual é o meu erro (eu trouxe dados da Wikipedia). especifique a data e o local em que o Japão mostrou a agressão contra a URSS. e a Manchúria não fazia parte da URSS.
        1. Volkonsky Off-line Volkonsky
          Volkonsky (Vladimir) Abril 20 2019 22: 10
          +1
          Você ainda verifica seus conhecimentos na Wikipedia? Eu simpatizo! tratava-se do fato de que a URSS iniciou suas ações no Leste não em 8 de agosto, mas em 23 de agosto, e conseguiu em 3 dias, tudo o mais foi uma preparação para isso. Não estamos discutindo aqui, mas tentando estabelecer a verdade! Bakhtiyar está absolutamente certo, mas a vitória em uma disputa local é mais importante para você do que a verdade. Embora eu compartilhe sua ironia.
    2. Bakht Off-line Bakht
      Bakht (Bakhtiyar) Abril 20 2019 21: 06
      +1
      Quando Molotov se encontrou com o embaixador japonês, tudo foi dito. No ataque de 7 de dezembro de 1941 aos Estados Unidos, aliado da URSS, o Japão mostrou-se um agressor. Em virtude das obrigações aliadas, a URSS não se considera vinculada a este tratado e o denuncia. A controvérsia surgiu sobre a definição dos termos "denúncia" e "anulação".
      Da mesma forma, o Japão não atacou a Grã-Bretanha em 1941. Isso significa que a Grã-Bretanha é o agressor? A Alemanha atacou a Polônia. A Alemanha declarou guerra à França, Inglaterra e depois ao mundo inteiro? Incluindo até o Brasil ...
      Na sua lógica, o mundo inteiro deve ser considerado um agressor do Japão e da Alemanha. Vamos nos arrepender?
      1. gennady_2 Off-line gennady_2
        gennady_2 (gennady) Abril 20 2019 21: 18
        0
        No ataque de 7 de dezembro de 1941 aos Estados Unidos, aliado da URSS, o Japão mostrou-se um agressor. Em virtude das obrigações aliadas, a URSS não se considera vinculada a este tratado e o denuncia.

        quando denuncia? Escrevi a data da denúncia em 5 de abril de 1945.

        De acordo com sua lógica

        Eu não dou meus pensamentos e lógica, eu dou os dados oficiais de nossa Wikipedia. Você se contradiz ao declarar que em 7.12.1941 de dezembro de 1941, o Japão atacou nosso aliado, mas por que então não declaramos guerra a ele em 1945, mas apenas em 1945? por que estamos denunciando nosso tratado de neutralidade com o Japão já em 1945? e atacar o Japão dois dias depois de Hiroshima, em agosto de XNUMX? não há necessidade de distorcer a história.
        1. Bakht Off-line Bakht
          Bakht (Bakhtiyar) Abril 20 2019 21: 53
          +2
          O tratado foi denunciado em abril de 1945, embora tenha valido até abril de 1946. Você conhece exatamente o texto original do acordo? A denúncia de qualquer tratado é uma prática geralmente aceita de celebração de tratados internacionais. Não há corpus delicti nisso. Mesmo em nosso tempo, você encontrará uma série de exemplos de rescisão antecipada de contrato. O Japão lamentou, mas não contestou o direito de denunciar. A discussão era sobre se considerar o contrato anulado? Muito tempo se passou entre abril e agosto. E a URSS declarou oficialmente guerra ao Japão de acordo com suas obrigações aliadas.
          Então você tem uma interpretação errada. A URSS não violou o Pacto, mas retirou-se dele, notificando oficialmente o lado oposto. Assim como agora, os Estados Unidos e a Federação Russa retiraram-se do Tratado INF. Isso é uma violação do contrato?
          Para ter certeza, você precisa do texto do Tratado. Você tem? Dê um link, vamos ler.
          1. gennady_2 Off-line gennady_2
            gennady_2 (gennady) Abril 20 2019 21: 57
            -1
            A URSS declarou oficialmente guerra ao Japão de acordo com suas obrigações aliadas.

            ahahahahah. 4 anos após o ataque a um aliado? Você está falando sério? eles me fizeram rir. ou seja, você também acusa a URSS de não cumprir as relações aliadas com os Estados Unidos? 4 anos de espera))))))
            1. Bakht Off-line Bakht
              Bakht (Bakhtiyar) Abril 20 2019 22: 03
              +2
              A URSS observou estritamente o Pacto com o Japão. As obrigações aliadas não surgiram em 1941, mas em janeiro de 1945. Leia a história.
              E ao mesmo tempo, leia o próprio Tratado. Principalmente o terceiro artigo.
              Então, talvez, você não escreva bobagem.
              PS: Quando vejo ahah e assim por diante, o desejo de debater desaparece imediatamente.
  14. Bakht Off-line Bakht
    Bakht (Bakhtiyar) Abril 20 2019 21: 59
    0
    Vladimir, ou aqueles que vivem na Ucrânia. Amanhã - a segunda parte do balé Marlezon. Eu tenho uma pergunta. Quantos votos Zelensky consegue em números absolutos? O primeiro turno de cerca de 6 milhões de votos de 18 milhões ativos. Ele será capaz de marcar pelo menos metade? Ou seja, 9 milhões?
  15. Sergeu2 Off-line Sergeu2
    Sergeu2 (sergeu) Abril 21 2019 09: 58
    0
    Bobagem deliciosa.
  16. kriten Off-line kriten
    kriten (Vladimir) Abril 21 2019 11: 39
    0
    A decisão seria bastante simples - trair até o fim ... Caso contrário, os esforços de cinco anos para trair as repúblicas e o consentimento tácito para sua destruição, coberto pelas traições de Minsk, desaparecerão.
  17. Alexander Shalak Off-line Alexander Shalak
    Alexander Shalak (Alexander Shalak) Abril 21 2019 17: 41
    +1
    A decisão tomada é absolutamente correta, equilibrada e justa! Isso confirma e fortalece totalmente o orgulho pelo nosso país - a Federação Russa, por sua liderança atual, chefiada por Vladimir Putin. Sobreviveremos às prováveis ​​intrigas do Ocidente! O mundo russo só será mais forte!
  18. Andrey Grad Off-line Andrey Grad
    Andrey Grad (Andrey Grad) Abril 24 2019 01: 34
    0
    A falta de participação dos habitantes da LDNR nas eleições presidenciais que se realizaram indica apenas que para a liderança ucraniana já não são cidadãos deste país, que desata por completo as mãos da Federação Russa.

    No Báltico, metade dos russos vive sem Estado há quase 30 anos, e isso não desata as mãos da Rússia.