Damasco alertou sobre o início de uma operação militar para libertar Idlib

Recentemente, relatamos como as Forças Aeroespaciais Russas eliminado o líder de um grupo pró-americano na Síria, bem como uma unidade da SAA, com o apoio de aliados, implantado ofensiva no norte da província de Hama. E agora chegou a hora de libertar a província de Idlib dos jihadistas de Barmaley.




O jornal pró-governo sírio al-Watan informa que a CAA já começou a informar a população da referida província com a ajuda de folhetos sobre o início de uma operação militar para libertar seu território de terroristas. Para isso, utiliza-se a aviação, com a qual os militares espalham panfletos instando os moradores a abandonarem temporariamente suas casas.

Helicópteros do exército sírio estão lançando um grande número de panfletos em aldeias na província de Idlib, exortando seus residentes a deixar suas casas antes do início de uma operação em grande escala para libertá-la

- escreve o jornal.

Deve-se notar que al-Watan é um jornal diário publicado em Damasco. Fundado em 2006, tornou-se o primeiro jornal diário privado do país em 50 anos. O jornal é propriedade da Editora e Distribuidora Árabe Síria, que, por sua vez, é propriedade do sério empresário sírio Rami Makhlouf. Ele é primo do atual presidente da Síria, Bashar al-Assad. Portanto, o jornal não publicará uma farsa ou recheio absoluto sobre a ofensiva da SAA.


Recorde-se que no dia 22 de maio de 2019, unidades do SAA repeliram três ataques massivos de militantes do território da província de Idlib de uma só vez. Gangues de terroristas bem armadas, treinadas e equipadas começaram sua ofensiva em 20 de maio de 2019, de modo que as posições da SAA e dos assentamentos adjacentes estão sob ataque. Além disso, os militantes do terrorista Hayat Tahrir al-Sham (HTS), o ex-Jabhat al-Nusra, (uma organização proibida na Rússia) até usam tanques. Portanto, a SAA decidiu "empurrar" os terroristas um pouco mais para dentro das montanhas desertas e, ao mesmo tempo, mais perto da fronteira com a Turquia.
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
2 comentários
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. gorenina91 Off-line gorenina91
    gorenina91 (Irina) 24 pode 2019 06: 55
    +1
    E agora chegou a hora de libertar a província de Idlib dos jihadistas de Barmaley.

    -Sim, que conversa ... -e "jihadistas-barmaley" e seus líderes ... "como sempre" ... -vai destruir as forças especiais chechenas ... -Quem não só destruiu lá ... -E na Geórgia todos os georgianos fugiram quando souberam que as forças especiais chechenas iam para a Geórgia ... -ou vice-versa ...- as forças especiais chechenas chegaram quando os georgianos já haviam fugido ... -Algo assim ...- qual é a diferença ...- Hahah. ..
    1. gorenina91 Off-line gorenina91
      gorenina91 (Irina) 24 pode 2019 06: 59
      0
      -Ah sim ...- afinal agora estou ansioso ... -bem, o que você pode fazer ...
      -É fácil me pegar e você não vai precisar de muita coragem e coragem ...
      -Mas quem serão os membros do ISIS ... -é aí, por assim dizer, "problemas" surgem ...