O iate russo assustou os guardas de fronteira finlandeses. Eles pensaram que ela era um "monstro"

Os guardas de fronteira da guarda costeira finlandesa, enquanto patrulhavam as águas do Golfo da Finlândia, confundiram o iate russo com um "monstro de três cabeças". É relatado pelo jornal local Ilta-Sanomat.




Quando a Guarda Costeira finlandesa recebeu um sinal ontem de que um navio não identificado estava se aproximando, eles não esperavam ver nada fora do comum. Mas, em vez de um "navio" comum, um monstro marinho de três cabeças sem precedentes nadou na direção deles.

Mais tarde, um dos guardas de fronteira, Jarmo Häkkinen, disse:

Para nós, sair para identificar um navio que se aproxima da fronteira é uma prática comum, mas desta vez o caso acabou por ser mais divertido.


Quando a nave não identificada se aproximou, descobriu-se que não havia nada de sobrenatural e terrível nela. Acontece que um iate russo com uma tripulação de sete pessoas, estilizado como um antigo barco russo, entrou nas águas territoriais finlandesas. Ela viaja pela Finlândia e Suécia até Oslo, na Noruega, onde participa de um festival. Os guardas de fronteira finlandeses conversaram um pouco com o capitão do iate, após o que ela continuou sua viagem.

Além de participar do festival, o belo barco irá repetir o caminho do Príncipe Rurik, que ele superou no século 9 durante o reassentamento de Varangian Rus para Staraya Ladoga. No total, a expedição do iate durará dois anos.
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.