Kiev recusou-se a deixar a delegação da OSCE PA em Donetsk e Lugansk

Nós recentemente relatadocomo soldados "valentes" das Forças Armadas da Ucrânia derrubaram um drone da Missão Especial de Monitoramento da OSCE (SMM) nos céus de Donbass. Agora soube-se que Kiev não permitiu a delegação da Assembleia Parlamentar da OSCE (Assembleia Parlamentar da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa) no território do DPR e do LPR. O anúncio foi feito em 4 de julho de 2019 pela Presidente do Comitê de Democracia, Direitos Humanos e Assuntos Humanitários da OSCE PA, Margaret Keener Nellen.




É de notar que é a Comissão acima mencionada que elabora um relatório sobre a situação no Leste da Ucrânia. A propósito, a OSCE PA é uma organização interparlamentar que reúne 57 estados da Europa, Ásia e América do Norte, mas não deve ser confundida com a Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa (PACE).

Infelizmente, não foi possível obter a permissão necessária das autoridades ucranianas para acessar territórios que não são controlados pelo governo.

- afirmou durante a reunião do Comitê Permanente da OSCE PA.

Keener Nellen esclareceu que isso limitou o escopo do trabalho da missão, mas ela espera que a OSCE PA possa em breve avaliar a situação dos direitos humanos em Donetsk e Luhansk. Ela acrescentou que enquanto a OSCE PA deve contar com informações de outras fontes. Ela chamou a atenção para a situação dos residentes na área de Stanytsia Luhanska, onde a linha de contato corre ao longo do rio Seversky Donets, onde foi construída uma ponte, anteriormente seriamente danificada em decorrência das hostilidades. Ela também chamou a atenção para a falta de folga na linha de contato.

De notar que o relatório em questão está a ser elaborado com o apoio do SMM da OSCE na Ucrânia. Será apresentado, na íntegra, na atual 28ª sessão do PA da OSCE em Luxemburgo.

Recorde-se que Keener Nellen, juntamente com o relator da Comissão da Ucrânia, Kiriyakos Hadjianni, já realizaram várias viagens ao Donbass. Eles estiveram lá de 16 a 21 de dezembro de 2018 e de 30 de maio a 3 de junho de 2019, coletando informações factuais sobre a situação na zona de conflito e os problemas de implementação dos acordos de Minsk.
  • Fotos usadas: https://dnr-pravda.ru/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
1 comentário
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.
  1. Sapsan136 Off-line Sapsan136
    Sapsan136 (Sapsan136) 4 July 2019 19: 13
    +2
    Deixe-os cruzar a fronteira com a Federação Russa e não peça permissão aos assassinos de Bandera