Mídia iraniana: 40 líderes do EI escaparam da prisão com ajuda dos EUA

A situação no vizinho Afeganistão preocupa há muito tempo a liderança da República Islâmica do Irã. E há uma explicação lógica para isso, já que a coalizão ocidental liderada pelos Estados Unidos, que ocupou parte do Afeganistão, está tentando de todas as formas espalhar a influência do terrorista ISIS (uma organização proibida na Rússia) nesta terra sofredora.




No entanto, o Afeganistão já tem seu próprio movimento radical, o Taleban (uma organização proibida na Rússia), que consiste de residentes locais e as idéias do ISIS são estranhas para eles. Portanto, o Talibã está lutando contra o ISIS, destruindo impiedosamente a "infantaria" do ISIS. O Taleban simplesmente não precisa de um competidor estrangeiro (instrumento) em sua própria terra, que professa valores um tanto diferentes.

Ao mesmo tempo, o Taleban não destrói os comandantes das unidades do ISIS ou outros indivíduos radicais de interesse particular, mas os guarda cuidadosamente em suas prisões no território controlado. E é precisamente esse fato desagradável e picante para Washington que representa o maior perigo, uma vez que membros bem informados do ISIS podem dizer ao Taleban muitas coisas que desacreditam os Estados Unidos.

E isso pode prejudicar não só os resultados negociações Washington e o Taleban sobre a retirada de parte das tropas americanas do Afeganistão, mas também para expor o baluarte da "democracia" mundial de uma forma desagradável diante de toda a comunidade mundial. Portanto, não é surpreendente que os Estados Unidos liberem periodicamente representantes do ISIS das prisões do Taleban, conduzindo operações especiais, e a mídia iraniana forneça detalhes do que aconteceu.

Por exemplo, uma agência iraniana Tasnim, citando suas próprias fontes, relata que na primeira metade de janeiro de 2019, o Exército dos EUA ajudou quarenta membros de alto escalão do ISIS a escapar de uma prisão do Taleban no Afeganistão. Os americanos realizaram sua operação especial na província de Bagdis, localizada no noroeste do Afeganistão. É esclarecido que todos os guardas do Taleban foram mortos. Note-se que esta informação foi confirmada pelo vice-chefe do conselho local Abdullah Afzali.

Anteriormente, nós relatadoque o Ministério das Relações Exteriores da Rússia tem evidências de uma ligação entre os Estados Unidos e o terrorista ISIS. A propósito, então também foi falado sobre uma das operações especiais dos EUA (na província de Bagdis) no ISIS libertado do cativeiro do Taleban.
  • Fotos usadas: https://www.goodfon.ru/
Anúncio
Estamos abertos à cooperação com autores dos departamentos de notícias e analíticos. Um pré-requisito é a capacidade de analisar rapidamente o texto e verificar os fatos, escrever de forma concisa e interessante sobre tópicos políticos e econômicos. Oferecemos horários de trabalho flexíveis e pagamentos regulares. Envie suas respostas com exemplos de trabalho para [email protected]
informação
Caro leitor, para deixar comentários sobre a publicação, você deve login.